Anuncie Aqui

IBGE PREVÊ SAFRA DE GRÃOS MENOR NO NORDESTE EM 2018

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017.

Saiu o primeiro prognóstico do IBGE para a safra 2018 de cereais, leguminosas e oleaginosas do país, estimada em 220,2 milhões de toneladas, 8,9% abaixo da safra de 2017. No Nordeste pode haver recuo de 5,8%, um pouco maior que o previsto para o Norte (-3,2%), mas menor que as reduções indicadas para Sudeste (-4,8%), Sul (-12,3%) e Centro-Oeste (-8,0%).

De acordo com o IBGE, no recorte regional, a redução tem como justificativa as condições climáticas observadas em quase todos os estados produtores, afetando, sobretudo, as culturas de soja e milho bem como o algodão herbáceo e o arroz.

A área total de cultivo prevista para o próximo ano deve permanecer praticamente estável. Segundo a pesquisa do IBGE em 2018 ela deve atingir pouco mais de 8 milhões de hectares ante 7,9 milhões em 2016, variação de apenas 0,6%.

As maiores áreas de cultivo deverão ser ocupadas pelas culturas da soja, milho, e feijão, conforme mostra a tabela abaixo.

NORDESTE. ÁREA DE CULTIVO PREVISTA EM 2018. PRODUTOS SELECIONADOS

PRODUTO SELECIONADO

SAFRA 2016 (HÁ)

ESTIMATIVA 2018 (HÁ)

VAR.  (%)

Algodão Herbáceo

233 211     

   229 734   

 --1.5

Arroz em casca

 256 437 

   264 294 

     3.1

Feijão 1ªsafra

 1 082 010

   1 077 482 

  -0.4

Feijão  2ª. safra

 445 386

    450 334

     1,1

Feijão 3ª. safra

 54           -

 54     

   -

Mamona

24 966  

     25 556 

    2.4

Milho

1 827 331

  1 868 960 

    2.3

Milho 2ª. safra

 787 318

 787 318

   -5.5

Soja

3 094 601      

3 137 271

1.4

Sorgo

 209 073 

    208 813 

   -0.1

Total

 7 969 092  

   8 014 838

   0.6

Fonte; IBGE. LSPA OUT.2018.

 

Produção menor

No caso da produção, o prognóstico para 2018 situa-se abaixo da obtida em 2017. O recuo ficaria em volta de 5,8%, consequência das irregularidades climáticas e seus reflexos sobre a soja e o milho, principais culturas da região.

A pesquisa indica uma safra de algodão menor que a anterior, totalizando 494,8 mil toneladas, 15,5% menor que a safra de 2017. A produção de arroz também pode ficar 10,6% abaixo da anterior, somando 417,7 mil toneladas.

NORDESTE. PRODUÇÃO PREVISTA EM 2018. PRODUTOS SELECIONADOS

PRODUTO SELECIONADO

SAFRA 2016 (HÁ)

ESTIMATIVA 2018 (HÁ)

VAR.  (%)

Algodão Herbáceo

 573 942    

   484 815 

-15.5

Arroz em casca

467 339   

     417 691 

  -10.6

Feijão 1ªsafra

 422 161    

      458 121   

 8,5

Feijão 2ª. safra

 254 729  

    281 555

   10,5

Feijão 3ª. safra

          24 

          24  

    -35.1

Mamona

  11 083     

  11 083 

    27,1

Milho

4 241 235

  4 166 006 

  -1.8

Milho 2ª. safra

 2 233 343 

  2 357 256 

    5.5

Soja

 9 481 200

  8 442 354

   -11,0

Sorgo

 263 268

    280 949 

    6,7

Total

 17 962 166

 16 916 031   

   -5,8

Fonte; IBGE. LSPA OUT.2018.

 

Vale salientar que a safra 2017 de cereais, leguminosas e oleaginosas (241,6 milhões de toneladas) registrou aumentos relevantes em todas as regiões, com destaque para o Nordeste (+86,6%, 9,7 milhões de toneladas).

 

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) é feito mensalmente a partir de previsão e acompanhamento das safras dos principais produtos agrícolas, cujas informações são obtidas pelas comissões municipais ou regionais. Consolidadas em nível estadual pelos Grupos de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA) posteriormente são avaliadas, em âmbito nacional, por uma comissão (Cepagro) integrada por representantes do IBGE e do Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (MAPA). Os dados podem ser retificados nos próximos levantamentos.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.