Anuncie Aqui

NORDESTE. CRÉDITO NO CEARÁ E PARAÍBA SEGUE ESTÁVEL COM INADIMPLÊNCIA MENOR

Brasília (Agência Prodetec) ­ O movimento do crédito nos estados do Ceará e Paraíba segue praticamente estável nos últimos seis meses, enquanto a inadimplência em junho apresentou ligeiras quedas em relação a maio.

De acordo com dados do Banco Central do Brasil (Bacen), o saldo de empréstimos bancários no estado do Ceará fechou o semestre em R$ 64,6 bilhões, mesmo patamar registrado no final de dezembro de 2015 e no mês de maio.

O estoque de crédito cearense corresponde a terceira maior participação no Nordeste, depois de Pernambuco ( R$ 71,9 bilhões) e Bahia (R$ 109,7 bilhões). Na distribuição, as operações com as pessoas físicas (R$ 33,7 bilhões) prevalecem sobre as pessoas jurídicas (R$ 30,9 bilhões), posição de junho último.


A qualidade do crédito melhorou entre maio (4,26%) e junho (4,02%). No período, a inadimplência recuou um pouco tanto nas operações com as pessoas (de 4,73% para 4,50%) como nas realizadas com as empresas (de 3,77% para 3,50%).

CRÉDITO NO CEARÁ. DISTRIBUIÇÃO E INADIMPLÊNCIA NO SEMESTRE.

data

Total PF1

Total PJ2

Saldo Total3

Ina.PF4

Ina.PJ5

Ina.global6

dez/2015

32.939

31.710

64.649

4,51

3,96

4,24

jan/2016

33.036

31.342

64.378

4,56

3,79

4,18

fev/2016

33.064

31.498

64.563

4,64

3,62

4,15

mar/2016

33.245

31.133

64.378

4,55

3,55

4,06

abr/2016

33.238

31.199

64.437

4,67

3,55

4,12

mai/2016

33.498

31.141

64.640

4,73

3,77

4,26

jun/2016

33.728

30.938

64.666

4,50

3,50

4,02

Fonte: Banco Central. (1) Pessoas físicas em R$ milhões; (2) Pessoas jurídicas em R$ milhões; (3) Saldo total em R$ milhões); (4) Inadimplência pessoa física (%); (5) Inadimplência pessoa jurídica

(%); (6) Inadimplência global (%).


Paraíba

No estado da Paraíba, o saldo das operações de crédito da rede bancária cresceu 0,4% em junho ante o mês anterior, mas manteve­ se praticamente no mesmo patamar de dezembro de 2015, refletindo ainda as consequências da queda de consumo, da elevação dos juros e do dólar.

Em junho, o volume de empréstimos na Paraíba atingiu R$ 26.985 milhões contra R$ 26.861 milhões em maio e R$ 26.869 milhões em dezembro do ano passado.

Desse total, em junho, mais de dois terços corresponderam a operações com pessoas físicas (R$ 19.706 milhões) e 27% ao saldo do segmento empresarial – pessoas jurídicas (R$ 7.280 milhões).

No caso da qualidade do crédito, medida pela inadimplência, o índice geral na Paraíba caiu de 4,29% no mês de maio para 4,12%, em junho, ficando, porém, acima daquele observado em dezembro (4,01%). Setorialmente, a inadimplência na Paraíba é um pouco maior entre as empresas: 4,13% ante 4,11% na área de pessoas físicas.

CRÉDITO NA PARAÍBA. DISTRIBUIÇÃO E INADIMPLÊNCIA NO SEMESTRE.

data

Total PF1

Total PJ2

Saldo Total3

Ina.PF4

Ina.PJ5

Ina.global6

dez/2015

19.107

7.762

26.869

4,35

3,20

4,01

jan/2016

19.178

7.628

26.805

4,34

3,38

4,07

fev/2016

19.221

7.508

26.729

4,37

3,76

4,20

mar/2016

19.339

7.452

26.791

4,27

3,94

4,18

abr/2016

19.390

7.400

26.790

4,32

4,39

4,34

mai/2016

19.533

7.328

26.861

4,30

4,27

4,29

jun/2016

19.706

7.280

26.985

4,11

4,13

4,12

Fonte: Banco Central. (1) Pessoas físicas em R$ milhões; (2) Pessoas jurídicas em R$ milhões; (3) Saldo total em R$ milhões); (4) Inadimplência pessoa física (%);(5) Inadimplência pessoa jurídica

(%); (6) Inadimplência global (%).

Postada em 10 Ago.2016.

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.