Anuncie Aqui

NORDESTE LIDERA ÁREA PLANTADA COM FEIJÃO, MAS PRODUÇÃO SEGUE ACANHADA

Brasília (Agência Prodetec)- De acordo com pesquisa realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa é que na próxima safra o Nordeste ocupe quase 1,5 milhão de hectares com a lavoura de feijão, o equivalente a 49,6% de toda a área do país (2.975 mil hectares).

Conquanto tenha a maior área plantada com feijão, o Nordeste ainda apresenta uma produção acanhada: apenas 575,7 mil toneladas na safra 2016/2017, devido à baixa produtividade prevista (387 kg/ha) comparada com a média nacional de 1.024 kg ou à de regiões como o Centro-Oeste (1.821 kg/ha), Sul (1.687 kg) e Sudeste (1.670 kg/ha).

Entre as grandes regiões brasileiras, o Sul terá a maior produção, com 935,9 mil toneladas, seguido do Sudeste e Centro-Oeste com 749,2 mil toneladas e 715 mil toneladas respectivamente. No Norte, a estimativa é de 76,6 mil toneladas. Em termos de área ocupada, a previsão é de 92,7 mil hectares no Norte, 1.487 mil hectares no Nordeste, 392,3 mil no Centro-Oeste, 448,7 mil no Sudeste e 554,3 mil no Sul.

No Nordeste, é de 69,6% a previsão mais otimista para o crescimento da safra 2016/2017 em relação a 2015/16. A média brasileira aguardada é da ordem de 21,4%.

NORDESTE. ESTIMATIVA1 DE PRODUÇÃO DE FEIJÃO  SAFRA 2016/2017.  EM MIL TONELADAS.

REGIÃO/

SAFRA 2015/2016

SAFRA 2017 PREVISÃO

VAR. (%)

ESTADO

      (a)

Limite inferior (b)

Limite superior (c)

b/a

c/a

MA

39,3

  39,3

 39,5

  - 

 0,5

PI

31,0

 71,2

 71,2 

129,7

 129,7

CE

58,5

  98,7

 98,7

 68,7

 68,7

RN

  6,4

 9,1

  9,1

 42,2

  42,2

PB

12,4

 23,5

  23,5 

89,5

  89,5

PE

43,5

  60,0

 60,0

  37,9

  37,9

AL

 8,2

 15,1

 15,1 

84,1

  84,1

SE

  2,6

 9,3

  9,3

 257,7

  257,7

BA

137,5

  240,2

 249,3

  74,7

 81,3

NORDESTE

 339,4

  566,4

  575,7

 66,9

 69,6

BRASIL

2.513,9

  2.981,6

  3.052,4

  18,6

 21,4

Fonte: Conab. (1) Base: Out.16. 

Maiores produtores

A produção baiana é a maior do Nordeste, variando entre 240 mil e 249 mil toneladas, com acréscimo de até 81%. Em que pese a seca dos últimos anos, a safra cearense de 98,7 mil toneladas pode avançar até 68,7%. O Piauí se apresenta em terceiro lugar com produção prevista de 71,2 mil, seguido de Pernambuco, com 60 mil toneladas e Maranhão, com 39,2 mil toneladas.

No caso da área plantada, a estimativa é de crescimento de até 18,8% na Bahia, para 461,9 mil hectares; de 1,2% no Maranhão, para 78 mil hectares; e de estabilidade nos demais estados.

NORDESTE. ESTIMATIVA1 DE ÁREA PLANTADA COM FEIJÃO SAFRA 2016/2017.  EM MIL HECTARES.

REGIÃO/

SAFRA 2015/2016

SAFRA 2017 PREVISÃO

VAR. (%)

ESTADO

      (a)

Limite inferior (b)

Limite superior (c)

b/a

c/a

MA

 77,1

  77,4

78,0

 0,4

  1,2

PI

214,5

  214,5

 214,5

 -

CE

375,8

  375,8

  375,8

  -

  -

RN

 29,9

  29,9 

29,9

 - 

 -

PB

86,8 

86,8

 86,8

 - 

 -  

PE

197,1

 197,1 

197,1

 - 

 - 

AL

30,3

  30,3

  30,3

  -

   - 

SE

 12,7 

12,7 

12,7

  - 

 -

BA

388,7

 440,5

 461,9

  13,3 

18,8

NORDESTE

 1.412,9

 1.465,0

1.487,0

 3,7

 5,2

 BRASIL

2.837,5

  2.918,2

  2.975,0

 2,8

 4,8

Fonte: Conab. (1) Base: Out.16. 

Baixo rendimento

A produtividade do feijão nordestino continua muito baixa para os padrões brasileiros. Na próxima safra, o melhor rendimento em termos regionais é aguardado em Sergipe -- 736 quilos por hectare, o que equivale a pouco mais de dois terços da prevista para o Brasil (1.024 kg por hectare).

A melhoria da cultura do feijão no Nordeste depende de muitas variáveis caso, por exemplo, a necessidade de maior apoio à agricultura familiar, e a adoção de práticas de cultivos mais modernas (uso da irrigação e de variedades melhoradas e adaptadas às regiões nordestinas) e o aprofundamento da pesquisa e das políticas de comercialização.

FEIJÃO. ESTIMATIVA1 DE PRODUTIVIDADE SAFRA 2016/2017, POR ESTADO. PRODUTOS SELECIONADOS (*)

REGIÃO/

SAFRA 2015/2016

SAFRA 2016/2017

VARIAÇÃO (%)

MA  

510

 507

 (0,6)

 PI 

 145

 332 

129,5

CE 

  156

  263

 68,7

 RN   

213

 304 

42,7

PB

 143

  271

88,8 

PE

  221

  305

 38,1 

 AL  

 271

  500

  84,7

 SE 

  206 

736 

57,3

BA

 354

  542

  53,3

NORDESTE

  240 

387 

61,1

BRASIL

886

  1.024 

  15,6

Fonte: Conab. (1) Base: Out.16. (*) Caroço de algodão, amendoim, arroz, aveia, canola, centeio, cevada, feijão, girassol, mamona, milho, soja, sorgo, trigo e triticale.

Postada em 07 Out.2016.

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.