Anuncie Aqui

Prosa & Verbo

CADÁVER INSEPULTO

Jose Ribamar Mesquita (*)

Presidentes, candidatos, governadores, líderes empresariais, congressistas e muitos representantes de segmentos da sociedade brasileira são unânimes quanto à necessidade de uma política prioritária para regiões pobres como o Nordeste. Anos e eleições a fio a tese é referenciada nos mais variados locais e fóruns. Entretanto, essa prioridade nunca passa de exercício retórico. Os governos Lula e Dilma não fizeram diferente da maioria de seus antecessores, nascidos ou não na região.

Ainda este ano, por ocasião de sua posse, em Brasília, como o antecessor, a atual Presidente da República exercitava essa retórica, a exemplo do que já fizera antes em outros locais, durante sua campanha. Só que agora mais comedida, sua excelência dedicou menos de dez linhas de seu discurso ao Nordeste sem esquecer, no entanto, das promessas tradicionais quanto à melhoria da educação e dos chamados projetos estruturantes.

Leia
 
A PLATITUDE DOS CANDIDATOS A PRESIDENTE EM RELAÇÃO AO NORDESTE

Candidatos a presidente passam ao largo dos problemas do Nordeste, repetindo, ad nauseam, velhos chavões e prioridades retóricas. Com 56,1 milhões de habitantes, 27,7% da população do país, a região mantém, proporcionalmente, a renda per capita no mesmo patamar de 50 anos atrás, ou seja, menos da metade da renda nacional. Em outras palavras, o nordestino continua condenado à perdição do subdesenvolvimento, conquanto seja apontado como salvação da lavoura eleitoral petista.

prodetec presidencia dilma marina aecio

Por Ribamar Mesquita, para Agência Prodetec [15 Set.2014]

As pesquisas em torno do primeiro turno da eleição presidencial, no Nordeste, mostram até aqui maior inclinação do eleitorado pela candidata Dilma Rousseff. Na aferição do Instituto Vox Populi divulgada hoje (15.9) 56% dos nordestinos votaria nela, 24 pontos percentuais acima da preferência obtida pela candidata Marina Silva e 50 pontos sobre Aécio Neves.

Leia
 
CULTURA DE ORQUÍDEAS: PARA ALÉM DO HOBBY, UMA OPORTUNIDADE DE NEGÓCIOS

As rosas e as orquídeas são as flores mais tradicionais e de maior apelo junto ao consumidor final. Além da profusão de cores, as orquídeas têm sua força na mística e interação, recebendo na literatura científica o status de "biologicamente eternas" pois crescem, florescem, se reproduzem e não morrem. Há plantas que acompanham gerações e seu cultivo é relativamente fácil, mesmo para iniciantes.

culturadeorquideas

Por José Newton Pires Reis (*) para a Agência Prodetec.

Encarado até recentemente como um hobby – verdadeira terapia para algumas pessoas – o cultivo de orquídeas começa a assumir feições de um bom negócio e consolida-se como importante atividade econômica em várias regiões do país, especialmente no interior de São Paulo.

Leia
 
NORDESTE. ORÇAMENTO DE R$ 13,1 BI DO FNE DE 2014 AINDA AGUARDA APROVAÇÃO

A proposta de aplicação do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para 2014 ainda não foi examinada formalmente pelo Conselho Deliberativo da Sudene (Condel), em que pese a legislação impor prazos específicos para sua elaboração e aprovação. No primeiro caso, até 30 de setembro e no segundo, até 15 de dezembro.

Por Ribamar Mesquita ΏΏ Fortaleza [Jan. 2014]

(Agência Prodetec) - Conforme o documento entregue à apreciação de governadores, ministros e representantes de outros segmentos, que compõem o Condel, o FNE prevê a destinação de R$ 13,1 bilhões ao setor produtivo do Nordeste, aumento de 13,9% sobre a proposta de 2013.

Esse total abrange as transferências da União no decorrer do ano, reembolsos, disponibilidades de exercícios anteriores e comprometimento de recursos a liberar, entre outros itens.

Leia
 
CUSTO ECONÔMICO DO FERIADO (*)

A instituição de datas comemorativas como feriados tem se tornado, cada vez mais, um assunto de grande relevância, não só no Brasil como em todo o mundo. Diante de um cenário de baixa atividade econômica, o tema ganha força na medida em que diversos países buscam soluções para reduzir os custos de produção e aumentar a produtividade de suas economias1.

Oficialmente, o Brasil possui nove feriados nacionais e sete pontos facultativos2. Contudo, algumas datas que são consideradas ponto facultativo pelo governo federal se tornaram feriados "oficiais" em todo o país: Segunda-feira e Terça-feira de Carnaval e Corpus Christi.

Assim, o número de feriados nacionais no Brasil chega a doze (Tabela I). Não bastassem as paralizações nacionais, o País ainda convive com 39 feriados estaduais.

Leia
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 Próximo > Fim >>

Página 1 de 5

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.