Anuncie Aqui

Conjuntura

Empréstimo imobiliário cresce rápido, mas ainda tem participação tímida no PIB

Os empréstimos para o setor habitacional no Brasil registraram uma grande expansão nos últimos anos, com variação da ordem de 49,1% entre maio de 2010 e maio último. O volume total passou de R$ 107,7 bilhões para R$ 161,4 bilhões nesse período, equivalente a 8,9% de todo o crédito direcionado para o setor privado.

Em que pese o crescimento, essa modalidade de financiamento ainda representa uma reduzida proporção do PIB (4,2%), contrastando com a situação observada nos Estados Unidos (70,3%), Espanha (61,2%), Holanda (66,1%), França (39,8%) e Alemanha (37,7%).

Leia
 
Crédito ainda registra forte expansão no Nordeste

Ao longo dos últimos meses, o comportamento do setor de crédito no Nordeste foi um pouco melhor que o nacional. Com saldos de R$ 188,7 bilhões, no final de abril, a expansão foi de 1,6% sobre o mês anterior e de 27,3% em 12 meses, resultado que supera a média observada para as regiões mais ricas, de 21,9% no Sul e de 21,1% no Sudeste.

Leia
 
Comércio continua crescendo, mas ritmo ficará abaixo de 2010

O comércio regional deverá experimentar este ano um desempenho mais modesto que o observado em 2010. É o que indicam as estimativas do BNB-Etene com base nos resultados de sondagens feitas no mês de julho último, em sete capitais, em conjunto com as federações de comércio. O índice de confiança do consumidor apurado nas pesquisas registrou queda pela segunda vez e indicadores do perfil de endividamento e de intenção de compra dos consumidores sugerem uma menor propensão para compras em agosto.

Leia
 
Estoque de crédito no nordeste Alcança um terço do PIB em abril

Fortaleza (Agência Prodetec) - De acordo com informações divulgadas pela revista Conjuntura Econômica, editada trimestralmente pelo BNB-Etene, em abril último o saldo das operações de crédito no Nordeste representou um terço do PIB regional.

As operações de financiamento na região têm crescido em anos recentes a um ritmo acima da média nacional, tendo atingido o total de R$ 188,7 bilhões no final do último quadrimestre, com incremento de 27,8% sobre o mesmo período de 2010. Nesse intervalo, a relação crédito/PIB regional subiu três pontos percentuais (de 30,1% para 33,3%).

Leia
 
ECONOMIA REGIONAL: EXPANSÃO PERDE FÔLEGO NO PRIMEIRO QUADRIMESTRE

A partir dos dados mais recentes sobre a economia brasileira já apontando redução no ritmo de crescimento do PIB nacional, este ano, a equipe de conjuntura do BNB-Etene atualizou suas estimativas, para baixo, fixando a expansão em 4,2% para o Brasil em vez de 5,3%, e em 4,4% para o Nordeste, um ponto percentual abaixo da estimativa anterior.

Leia
 
Aeroportos do Nordeste: Fluxo de estrangeiros aumentou 6% em 2010

O fluxo de passageiros de voos internacionais para o Nordeste apresentou recuperação em 2010, com alta de 6% em relação ao ano anterior quando se registrou queda de 16,2%. Os desembarques totalizaram 459,6 mil pessoas, número que representa 3,3% dos desembarques de passageiros de voos domésticos nos aeroportos da região (13.805 mil).

Leia
 
Comportamento do PIB no primeiro trimestre

A economia brasileira cresceu 7,5% em 2010, assinalando a maior expansão desde 1986, que corresponde a R$ 3,6 trilhões. Essa performance deveu-se ao incremento de 6,7% no valor adicionado a preços básicos e ao aumento de 12,5% nos impostos sobre produtos, líquidos de subsídios. Em decorrência disso, o PIB per capita cresceu 6,5%, comparativamente a 2009, mostra o gráfico abaixo.

Leia
 
Agronegócio continua garantindo superávit na balança comercial

De acordo com dados da revista Conjuntura econômica, editada pelo BNB-Etene, os dados relativos à balança comercial do agronegócio brasileiro em 2010 apontam avanço de 18% nas exportações e de 35% nas importações, implicando acréscimo de 15% no saldo comercial.

Conforme os técnicos tais resultados continuam a refletir os efeitos da valorização do real frente ao dólar norte-americano. De positivo nesse cenário fica a constatação de que esses efeitos são menores sobre o agronegócio: no caso da balança comercial total, o saldo reduziu-se em praticamente 20%.

Leia
 
Desempenho do comércio no Nordeste

O comércio varejista nordestino continua a apresentar desempenho superior à média nacional, resultado do comportamento de variáveis importantes para o crescimento do comércio varejista mais favorável ao Nordeste que ao Brasil, como, por exemplo, níveis de rendimento e de emprego e expansão do crédito.

De fato, o gráfico abaixo mostra seis estados nordestinos com desempenho superior ao do Brasil (12,8%), considerando as vendas do comércio varejista ampliado acumulado em 2011. Nessa comparação, os destaques são Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte e Maranhão, com taxas de variação acima de 15%. Quando se comparam os resultados de fevereiro de 2011 com os de fevereiro de 2010, apenas Piauí e Sergipe apresentaram expansão inferior ao índice do Brasil.

Leia
 
Argentino é quem mais visitou o Brasil em 2009

Mais de 1.200 mil argentinos visitaram o Brasil em 2009, deixando longe turistas de outros países. Naquele ano, de cada 100 visitantes estrangeiros um quarto veio da Argentina, seguindo-se Estados Unidos (603,7 mil), Itália (253,5 mil), Alemanha (215,6 mil), França (205,8 mil), Uruguai (189,4 mil), Portugal (183,7 mil), Paraguai (180,4 mil), Espanha (174,5 mil) e Inglaterra (172,6 mil). Desses dez países vieram quase 71% dos turistas estrangeiros.

Leia
 
<< Início < Anterior 31 32 33 34 35 36 Próximo > Fim >>

Página 34 de 36

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.