Anuncie Aqui

Conjuntura

PIB NORDESTE. BNB/ETENE MOSTRA OTIMISMO QUANTO A 2015

Fortaleza (Agência Prodetec) – A equipe de estudos conjunturais do BNB/Etene projeta crescimento de 2,2% para o Produto Interno Bruto (PIB) do Nordeste, este ano. Para o conjunto do PIB do país, a previsão é de desempenho negativo de 0,3% em virtude dos ajustes para debelar a crise atual na economia brasileira.

Para os técnicos do Etene, o PIB do Nordeste deverá se beneficiar dos vultosos investimentos realizados em anos recentes, os quais ainda se encontram em estágio de maturação.

Leia
 
PIAUI TEM APENAS TRÊS CIDADES ENTRE OS 100 MAIORES POLOS CONSUMIDORES DO NORDESTE

Teresina (Agência Prodetec) - Entre os 100 maiores municípios nordestinos em potencial de consumo, listados na pesquisa 2015 da IPC Editora, de São Paulo, somente três são do Piauí: Teresina, com R$ 13,7 bilhões, Parnaíba (R$ 1,9 bilhão) e Picos (R$ 1 bilhão). O IPC Maps cobre todos os 5,5 mil municípios brasileiros.

O potencial de consumo do estado em 2015 foi estimado em R$ 36,74 bilhões, o menor entre as demais unidades do Nordeste e 21º em âmbito nacional. Significa dizer que os três municípios relacionados no ranking regional respondem por 42% do total do mercado consumidor piauiense.

Leia
 
NORDESTE. POTENCIAL DE CONSUMO DE ARAPIRACA ATINGE R$ 2,7 BILHÕES

Maceió (Agência Prodetec) – A cidade de Arapiraca apresenta o segundo maior potencial de consumo de Alagoas, depois da capital. De acordo com estudo realizado pela IPC Marketing Editora, de São Paulo, o mercado local deve atingir cerca de R$ 2,7 bilhões, este ano, ante R$ 16,4 bilhões de Maceió.

Em relação ao ano passado, o município perdeu 15 posições no mapa do cosumo nacional, passando do 181º para o 205º lugar. No mesmo período, Maceió caiu do 19º para o 26º lugar.

No ranking regional, Arapiraca ocupa a 29ª posição e Maceió, a sétima, ficando atrás de Teresina e Aracaju entre as capitais nordestinas.

Leia
 
NORDESTE. PREÇO DOS IMÓVEIS NÃO SUPERA INFLAÇÃO NO SEMESTRE

São Paulo (Agência Prodetec) – A variação nos preços dos imóveis nas três principais capitais do Nordeste, durante o primeiro semestre deste ano, acompanhou o comportamento do resto do país, situando-se abaixo dos níveis estimados para a inflação no período.

De acordo com a pesquisa FipeZap, realizada em 20 cidades brasileiras, no acumulado do ano a maior variação ocorreu em Fortaleza, com 3,50%, ante 1,78% em Salvador, 0,30% no Recife e 1,38% da média nacional. Por seu turno, o IPCA do período foi estimado em 6,1% pelo IBGE.

Vale salientar que todas as cidades pesquisadas registraram decréscimo no semestre, exceto Florianópolis.

Leia
 
FORTALEZA SUSTENTA-SE COMO OITAVO MERCADO DE CONSUMO DO PAÍS

Fortaleza (Agência Prodetec) – A cidade de Fortaleza apresenta hoje o segundo maior potencial de consumo do Nordeste e o oitavo em âmbito nacional, atrás de São Paulo, Rio, Distrito Federal, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba e Porto Alegre. Sua participação no mercado consumidor do país sofreu ligeira queda: de 1,28816, em 2014, para 1,14362, em 2015, mas não houve redução nominal em termos absolutos.

Dos 100 maiores municípios nordestinos em potencial de consumo, em 2015, somente 13 são do Ceará. Além da capital, com R$ 42.655 milhões, integram a lista, pela ordem, os municípios de Caucaia, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Sobral, Crato, Iguatu, Maranguape, Itapipoca, Aquiraz, Pacatuba, Quixadá e Russas. Em 2014, o potencial de Fortaleza foi estimado em R$ 42.071 milhões.

Os dados constam da última edição do IPC Maps, trabalho realizado pela IPC Marketing Editora, de São Paulo, que abrange todos os municípios brasileiros.

Leia
 
CONSUMO NO NORDESTE. MARANHÃO TEM 11 CIDADES COM POTENCIAL ACIMA DE R$ 1 BI

São Luís (Agência Prodetec) - Dos 100 maiores municípios nordestinos em potencial de consumo, em 2015, somente 11 são do Maranhão. Além da capital, com R$ 18,8 bilhões, integram a lista, pela ordem, os municípios de Imperatriz, São José de Ribamar, Timon, Caxias, Açailândia, Paço do Lumiar, Bacabal, Santa Inês, Balsas e Codó, todos com mercado consumidor acima de R$ 1 bilhão.

Os dados constam da última edição do IPC Maps, trabalho realizado pela IPC Marketing Editora, de São Paulo, que abrange todos os municípios brasileiros.

Leia
 
ELIMINAÇÃO DE EMPREGO FORMAL NO NORDESTE BATE RECORDE EM 2015

Brasília (Agência Prodetec) - O começo do ano impõe muitas dificuldades aos trabalhadores do Nordeste. O mercado de trabalho de 2015 está desbalanceado em relação a anos anteriores e registra mais demissões do que contratações. De janeiro a abril nada menos de 119 mil nordestinos foram eliminados de seus empregos com carteira assinada.

De acordo com o Caged - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (a série ajustada), o maior volume de dispensas ocorreu nos setores industrial, com destaque para a construção civil e a indústria de transformação, e de comércio e serviços.

Em relação ao primeiro quadrimestre de 2014, quando alcançou – 27,7 mil, o saldo negativo cresceu 4,2 vezes, com destaques para Pernambuco, Alagoas, Ceará e Paraíba.

Leia
 
NORDESTE: ATIVIDADE ECONÔMICA CAI NA BAHIA, CEARÁ E PERNAMBUCO

Brasília (Agência Prodetec) - Exceto o Sul, que registrou uma variação positiva centesimal, todas as demais regiões brasileiras experimentaram queda na atividade econômica em março, alinhando-se com o panorama nacional, cujo recuo foi de 1,07%.

A aferição feita pelo Banco Central (Bacen) mostra que, relativamente ao mês anterior, o recuo da economia nas regiões do país, em março, foi de 0,47% no Centro-Oeste, 1,52% no Nordeste, 0,69% no Sudeste e 1,06% no Norte. No Sul, houve um aumento de 0,06%.

Leia
 
NOVAS DESAPROPRIAÇÕES VÃO ACELERAR TRANSNORDESTINA

Brasília (Agência Prodetec) – Centenas de novos imóveis vão ser desapropriados ao longo da ferrovia Nova Transnordestina, nos próximos meses, com o objetivo de permitir o prosseguimento e aceleração do projeto.

A diretoria da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) movimentou-se semana passada e aprovou o envio ao Ministério dos Transportes de novas propostas de atos declaratórios de utilidade pública, contemplando áreas ao longo da ferrovia.

Leia
 
AGRICULTURA. SAFRA DE CAFÉ DO NORDESTE MOSTRA ESTABILIDADE

Brasília (Agência Prodetec) – A última previsão da safra 2015 de café no Nordeste gira em torno 2.380 mil sacas beneficiadas, com crescimento de 1,6% na área cultivada na Bahia (146,2 mil hectares) e produtividade estimada em 16,27 sacas/ha.

Desse total, quase metade (1.196,5 mil sacas) corresponde à produção da espécie arábica nas regiões do cerrado e do Planalto baiano, onde ocorreu queda de 10,1% devido a reduções na área de produção do cerrado e na produtividade do Planalto.

Leia
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 10 de 36

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.