Anuncie Aqui

EXPORTAÇÃO. QUADRIMESTRE RUIM PARA A MAIORIA DOS ESTADOS DO NORDESTE

Brasília, 10 Maio 2015 (Agência Prodetec) - Dos nove estados nordestinos apenas o chamado Meio Norte, integrado por Maranhão e Piauí, se deu bem em matéria de exportações no primeiro quadrimestre deste ano. Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia acusaram queda no movimento de vendas.

Em alguns estados o declínio foi bastante expressivo, caso de pernambucanos (-27,7%) e paraibanos (24,5%), por exemplo. No Ceará, o decréscimo alcançou 18,7%, basicamente o mesmo percentual de Alagoas (18,6%) e da Bahia (18%). As menores quedas ocorreram no Rio Grande do Norte (-8%) e Sergipe (-10,2%).

As vendas maranhenses no mercado externo entre janeiro e abril somaram US$ 896,6 milhões enquanto as do Piauí ficaram em US$ 44,4 milhões.

Liderança baiana

Em que pese a retração de 18% em suas vendas durante o primeiro quadrimestre deste ano, a Bahia continua liderando a pauta regional. O estado movimentou US$ 2.262 milhões no período, seguido por Maranhão e Ceará (US$ 326,8 milhões).

Em função da força do açúcar, Alagoas (US$ 244,8 milhões) ficou em quarto lugar entre os maiores exportadores do Nordeste, seguido de Pernambuco (US$ 182,7 milhões) e Rio Grande do Norte (US$ 72,4 milhões). As vendas da Paraíba totalizaram US$ 45,7 milhões. O dobro das realizadas por Sergipe (US$ 22,6 milhões).

De acordo com O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) as exportações dos nove estados do Nordeste alcançaram US$ 4.098 milhões durante o quadrimestre. O recuo de 10% em relação a idêntico período de 2014 foi menos impactante que o o0bservdo em âmbito nacional. De fato, o Brasil acumulou vendas totais de US$ 57.931 milhões, 16,4% abaixo das verificadas no primeiro quadrimestre do ano passado.

prodetec-QUADRIMESTRE-RUIM

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.