Anuncie Aqui

DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL. ESTUDO RATIFICA DIVISÃO ENTRE NORTE/NORDESTE E SUL/SUDESTE

Pesquisa abrange aspectos econômicos, educacionais e de saúde em 5.517 municípios brasileiros tendo como base o ano de 2013. Nela fica clara a divisão do país em termos de desenvolvimento municipal que continua concentrado no Sul e Sudeste, a ponto de apenas dois municípios nordestinos aparecerem no rol daqueles classificados como de "alto desenvolvimento" no país. No ranking dos 500 municípios mais desenvolvidos do país, somente quatro ou 0,8% são do Nordeste. A grande maioria (92,4%) está no Sul (36.6%) e no Sudeste (56%).

prodetec-desenv-muni-nor-sul

AGÊNCIA PRODETEC ππ [JANEIRO 2016]

– Os dados da última pesquisa Firjan sobre desenvolvimento municipal reitera o panorama observado nos anos anteriores: a existência de dois brasis clarificada pelo fato de Norte e Nordeste terem a maioria absoluta de municipios classsificados como de desenvolvimento baixo ou regular enquanto no Sul e Sudeste preominam os de desenvolvimento alto ou moderdo.

No rol dos 500 melhores índices aferidos pelo travbalho, 99% dos municipios estão nas áreas mais ricas do país. A maioria se concentra no Sudeste (56%) e Sul (36,6%), seguindo-se Centro-Oeste (6,4%), Nordeste (0,8%) e Norte (0,2%). Ou seja, somente qiuatro municipios nordestinos frequentam a lista: três do Ceará (Eusebio, Sobral e Maracanau) e um de Pernambuco (fernando de Nroronha).

NORDESTE. RANKING DOS 10 MUNICIPIOS MAIS DESENVOLVIDOS

 

MUNICIPIO

UF

RANKING

ÍNDICE FIRJAN 2013

Extrema

MG

01

0,9050

Eusébio

CE

17

0,8782

Sobral

CE

274

0,8197

Fernando de Noronha

PE

456

0,7972

Maracanaú

CE

484

0,7946

Aquiraz

CE

622

0,7833

Teresina

PI

647º

0,7813

Imperatriz

MA

679º

0,7779

Cabedelo

PB

680º

0,7778

Recife

PE

684º

0,7775

Parnamirim

RN

785º

0,7706

Na outra extremidade, os 500 piores colocados na classsificação da Firjan situam-se basicamente (97,4%) nos estados do Norte e Nordeste, com destaque para Bahia (35,6% do total) Maranhão (19%) e Pará (14,4%). O ranking dos 10 piores índices de desenvolvimento municipal é encabeçado por Barcelos (AM) e Portel (PA), seguindo-se Pedro do Rosário (MA), Santa Isabel do Rio Negro (AM), Mraja do sena (MA), Primeir Cruz (MA), Porto de Moz (PA), Jacareacanga (PA) e Gongogi (BA).

O estudo indica que no ano base de 2013, 69,1% dos municípios do Nordeste tinham desenvolvimento regular ou baixo contra 67,2% no Norte. Enquanto isso, 96,8% das cidades do Sul apresentavam índice de desenvolvimento entre alto e moderado, percentual um pouco menor no Sudeste (91,5%).

A avaliação realizada pelos técnicos da Firjan incluem aspectos econômicos, educacionais e de saúde, justamente as áreas em que tanto Norte quanto Nordeste são muito carentes.

Para o pesquisador Guilherme Mercês, gerente de Ambiente de Negócios e Infraestrutura da Firjan, que vê o desenvolvimento como redução das desigualdades entre as regiões do País, o desafio é trazer Norte e Nordeste para o padrão do Sudeste, cujas condições de vida se assemelham a padrões internacionais.

"O ano de 2013 estancou esse desenvolvimento e a desigualdade aumentou, revertendo movimento visto nos últimos anos de aproximação entre as regiões", acrescenta Guilherme Mercês.

Sobral e Eusébio

O estado do Ceará conseguiu incluir dois de seus municípios entre os 431 classificados como de alto desenvolvimento: Eusébio, situado na região metropolitana de Fortaleza; e Sobral, na zona norte, a 250 km da capital. Eusébio totalizou 0,8784 pontos num índice que varia de 0 a 1, enquanto Sobral marcou 0,8197.

Segundo a Firjan, o estudo estabeleceu quatro conceitos de desenvolvimento para efeitos de análise e fixação do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM): municípios com IFDM entre 0,0 e 0,4 (baixo estágio de desenvolvimento); IDFM entre 0,4 e 0,6 (desenvolvimento regular); municípios com IFDM entre 0,6 e 0,8 (desenvolvimento moderado) e municípios com IFDM entre 0,8 e 1,0 (alto estágio de desenvolvimento).

Entre as capitais, Teresina saltou quatro posições em relação à pesquisa anterior, ficando na 12ª posição, com índice de 0,7813, e em primeiro lugar no Nordeste, seguida de Recife, Natal e São Luís. No topo do ranking nacional ficaram Curitiba, São Paulo, Vitória e Florianópolis.

Segundo os pesquisadores, Teresina apresentou o maior avanço do IFDM consolidado (+4,2%) dentre as capitais, registrando-se progressos no mercado de trabalho e nas áreas educação e saúde. Na outra ponta da tabela, Maceió, embora tenha registrado ganhos permaneceu como a única capital brasileira com desempenho regular na área de Educação.

NORDESTE. ÍNDICES DE DESENVOLVIMENTO GERAL E SETORIAL DAS CAPITAIS

CAPITAIS

IFDM 2013

IFDM 2012

IFDM (2013/12) EMPR.&RENDA

IFDM  (2013/12)

EDUCAÇÃO

IFDM  (2013/12) SAÚDE

Teresina

0,7813 

0,7495

0,7809/0,7323            

0,7816 /0,7655

0,7814/  0,7509

Recife

0,7775     

 0,7825    

0,7474/ 0,7926

0,7367/ 0,7085

0,8484 /  0,8463

São Luis

 0,7618 

 0,7786

0,7490/0,8016

0,7509/ 0,7484

0,7855  / 0,7858

Natal

0,7583 

0,7652

0,7359/ 0,7658

0,7009 /0,6915

0,8379 / 0,8383

JPessoa

0,7525

0,7473

0,7026/ 0,7225

0,7026 /0,6717

0,8523/  0,8478

Fortaleza

0,7410 

 0,7488

0,7596/ 0,8017

0,7093 /0,6891

0,7539 /0,7555

Aracaju

0,7264

0,7428

0,6945/0,7660

0,6689 0,6542

0,8157/0,8082

Salvador

0,7160

 0,7054

0,7228/ 0,7254

0,6438/ 0,6031

0,7814/ 0,7878

Maceió

0,7065

0,6852

0,7635/0,7243

0,5575/ 0,5369

0,7986/ 0,7945

Fonte: Firjan. 

Retrocessos à vista

De acordo com os pesquisadores da Firjan há o risco da deterioração econômica comprometer os ganhos sociais obtidos na última década. Explicam que o índice de emprego e renda teve queda de 4,9% em 2014 e será seguido por um recuo impressionante de 22,1% neste ano. O fechamento de mais de um milhão de postos formais e a queda real na renda média devem pesar para o resultado.

"Vamos retroceder sete anos em termos de mercado de trabalho com o resultado de 2014. Em 2015, o recuo será de pelo menos dez anos. Começamos a ter preocupação em relação ao futuro, não só econômico, que vai ser difícil. Nos perguntamos se a crise não está colocando em risco os avanços sociais", diz o pesquisador Guilherme Mercês.

Os dados atuais mostram a incapacidade do país de sustentar o investimento em políticas públicas de saúde e educação, elevados em cerca de 80% entre 2005 e 2013. Segundo o Tesouro Nacional, em 2013 esse indicador ficou estagnado (0,0%) e, em 2014, a despeito da reação, a alta real de 3,9% ficou bastante aquém da média dos últimos anos.

A deterioração deve continuar, refletindo-se, sobretudo sobre os grandes municípios as mais afetadas com as quedas do indicador de emprego e renda, bem assim dos investimentos sociais.

NORDESTE. RELAÇÃO DOS 100 MUNICÍPIOS COM MAIOR
 ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO, SEGUNDO A FIJAN - 2013

RANKING NACIONAL

UF

MUNICIPIO

ÍNDICE FIRJAN 2013

01

MG

Extrema

0,9050

17

CE

Eusébio

0,8782

274

CE

Sobral

0,8197

456

PE 

Fernando de Noronha

0,7972

484

CE

Maracanaú

0,7946

622º

CE

Aquiraz

0,7833

647º

PI

Teresina

0,7813

679º

MA

Imperatriz

0,7779

680º

PB

Cabedelo

0,7778

684º

PE

Recife

0,7775

785º

RN

Parnamirim

0,7706

805º

CE

Iguatu

0,7687

825º

PE

Caruaru

0,7673

898º

MA

São Luís

0,7618

1047º

PB

João Pessoa

0,7525

1113º

PE

Cabo de Santo Agostinho

0,7476

1194º

BA

Guanambi

0,7435

1206º

BA

Lauro de Freitas

0,7430

1228º

CE

São Gonçalo do Amarante

0,7416

1233º

CE

Jijoca de Jericoacoara

0,7414

1238º

CE

Fortaleza

0,7410

1244º

CE

Tianguá

0,7405

1258º

CE

Frecheirinha

0,7394

1261º

RN

São José do Seridó

0,7393

1294º

BA

Santo Antônio de Jesus

0,7380

1315º

CE

Juazeiro do Norte

0,7365

1358º

PE

Olinda

0,7346

1389º

BA

Luís Eduardo Magalhães

0,7328

1436º

PE

Itapissuma

0,7306

1462º

BA

Brumado

0,7289

1508º

PE

Ipojuca

0,7265

1510º

PE

Vitória de Santo Antão

0,7265

1514º

SE

Aracaju

0,7264

1519º

CE

Pentecoste

0,7260

1552º

CE

Horizonte

0,7246

1554º

RN

Carnaúba dos Dantas

0,7245

1557º

PB

Campina Grande

0,7245

1581º

CE

Barbalha

0,7226

1584º

CE

Aracati

0,7226

1594º

CE

Morada Nova

0,7223

1606º

RN

Guamaré

0,7215

1636º

PE

Petrolina

0,7198

1640º

CE

Quixeré

0,7195

1646º

PB

Várzea

0,7192

1659º

CE

Marco

0,7186

1663º

PE

Garanhuns

0,7183

1665º

BA

Camaçari

0,7179

1679º

AL

Coruripe

0,7172

1704º

BA

Salvador

0,7160

1718º

CE

Caucaia

0,7154

1727º

CE

Varjota

0,7149

1735º

CE

Iracema

0,7142

1745º

PB

Guarabira

0,7137

1780º

PE

Lagoa do Itaenga

0,7117

1807º

PE

Igarassu

0,7104

1811º

PE

Goiana

0,7102

1816º

CE

Icapuí

0,7099

1818º

CE

Cascavel

0,7098

1822º

CE

Senador Pompeu

0,7097

1830º

CE

Itaiçaba

0,7092

1836º

PE

Jaboatão dos Guararapes

0,7090

1875º

PE

Paulista

0,7070

1887º

RN

Galinhos

0,7064

1940º

RN

Alto do Rodrigues

0,7029

1965º

PE

Limoeiro

0,7018

1977º

CE

Ubajara

0,7008

1988º

SE

Itabaiana

0,7005

2005º

CE

Brejo Santo

0,6999

2009º

PE

Nazaré da Mata

0,6997

2021º

PB

São José do Sabugi

0,6989

2033º

BA

Porto Seguro

0,6985

2034º

RN

Bodó

0,6984

2057º

CE

Farias Brito

0,6970

2068º

PE

Barra de Guabiraba

0,6966

2115º

RN

Parelhas

0,6945

2149º

PB

Conde

0,6927

2150º

PB

Quixabá

0,6926

2166º

CE

Limoeiro do Norte

0,6919

2167º

MA

São José de Ribamar

0,6918

2170º

CE

Pindoretama

0,6917

2171º

RN

Currais Novos

0,6916

2172º

CE

Russas

0,6915

2175º

CE

Irauçuba

0,6914

2179º

PE

Surubim

0,6913

2185º

RN

Açu

0,6910

2186º

PB

Santo André

0,6910

2191º

RN

Tenente Laurentino Cruz

0,6907

2196º

BA

Simões Filho

0,6905

2197º

MG

Jaboticatubas

0,6905

2198º

BA

Irecê

0,6905

2200º

PB

Boa Vista

0,6903

2205º

SE

Carmópolis

0,6900

2209º

SE

General Maynard

0,6898

2230º

BA

Feira de Santana

0,6889

2238º

PE

Triunfo

0,6885

2251º

BA

Ibirapuã

0,6878

2253º

PE

Abreu e Lima

0,6877

2276º

CE

Aratuba

0,6866

2278º

RN

Barcelona

0,6865

2279º

CE

Jaguaribe

0,6865

2291º

BA

Barreiras

0,6856

 2295º

BA

Cruz das Almas

0,6853

2315º

CE

Quixeramobim

0,6845

2317º

BA

Jaborandi

0,6844

2335º

CE

Jaguaruana

0,6834

2337º

CE

General Sampaio

0,6831

2338º

PE

Belo Jardim

0,6831

2356º

CE

Maranguape

0,6814

2368º

CE

Itapipoca

0,6807

2369º

CE

Granjeiro

0,6807

2379º

42º

CE

Pereiro

0,6802

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.