Anuncie Aqui

OS 100 MUNICÍPIOS MENOS DESENVOLVIDOS DO NORDESTE NO ANO BASE 2013

Os três piores indicadores da região foram apurados nos municípios maranhenses de Pedro do Rosário, Marajá do Sena e Primeira Cruz, com pequenas diferenças de um para o outro. Em seguida aparecem Gongogi, Caatiba e Irajuba, todos da Bahia, estado que concentra a maior quantidade de municípios nessa lista dos 100 menos desenvolvidos, elaborada pela Agência Prodetec a partir da pesquisa divulgada pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan).

prodetec-prefeitura-pedro-rosario

Pedro do Rosário: desenvolvimento longe do futuro.

AGÊNCIA PRODETEC - -- RIO DE JANEIRO [FEVEREIRO 2016]

A pesquisa anual da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) sobre o desenvolvimento municipal não apresenta muitas surpresas. Em relação aos anos anteriores observa-se o mesmo nível de baixo desenvolvimento para os municípios do Norte e Nordeste cada vez mais distantes dos padrões verificados nas regiões do Sul e Sudeste. Pior ainda: essa divisão também se irradia dentro das próprias regiões pobres, com melhorias na situação de muitos municípios e retrocessos em centenas de outros.

Os escores entre os piores municípios de cada estado mostra o desequilíbrio intrarregional. Por exemplo, a pontuação do pior município maranhense (0,3509 pontos) está bem aquém da obtida por Aurora (0,5108), a pior entre os cearenses. A de Brejo Grande (0,4882), o município menos desenvolvido de Sergipe, supera a registrada em mais de 150 municípios baianos.

A relação elaborada pela Agência Prodetec com base no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) é integrada por 54 municípios da Bahia, 35 do Maranhão, 7 do Piauí, 2 de Alagoas e 2 da Paraíba. Pedro Rosário, localizado na Baixada Ocidental Maranhense, a cerca de 50 km de Pinheiro, ostenta o quarto pior IDFJ do país e lidera o ranking regional. No vizinho Piauí, Paes Landim é o município menos desenvolvido (0,4025 pontos), enquanto no Rio Grande do Norte é a cidade de Governador Dix-Sept Rosado (0,4735 pontos).

Em Pernambuco, o ranking dos menos desenvolvidos é liderado pelo município de Buíque (0,4544 pontos) contra 0,3915 pontos de Conceição, que encabeça a lista na Paraíba. Já em Alagoas, a cidade de Água Branca (0,3828 pontos) ficou com o pior índice, um pouco melhor que o obtido por Gongogi, a campeã baiana do subdesenvolvimento.

Estágios e metodologia

O estudo da Firjan cobriu 5.517 dos 5.560 municípios brasileiros em 2013 e abrange três indicadores: emprego e renda, educação e saúde. A pontuação varia de 0 a 1, com a seguinte classificação: índice entre 0,8 e 1, 'alto estágio de desenvolvimento'; índice de 0,6 a 0,8, 'desenvolvimento moderado'; índice de 0,4 a 0,6, 'desenvolvimento regular', e índice 0,0 a 0,4, 'baixo estágio de desenvolvimento'.

Isso significa que quanto mais próximo o índice estiver da unidade, maior o padrão de desenvolvimento do município. De acordo com a metodologia adotada pela Firjan, no indicador educação são analisados aspectos como o número de matrículas na educação infantil, a proporção de estudantes que abandonam o ensino fundamental, além da distorção idade-série, o número de professores com ensino superior, a média de aulas diárias e o resultado do Ideb no ensino fundamental.

Em relação ao item 'Emprego e Renda', são levados em conta o contingente de empregos formais gerados, sua capacidade de ocupar a mão de obra local, a geração de renda, salário médio e a desigualdade social. Por sua vez, índice 'Saúde' é fixado a partir de dados relacionados com óbitos por causas mal definidas, óbitos infantis por causas evitáveis e número de internações sensíveis à atenção básica (ISAB) e número de consultas pré-natal.

O ranking das cidades menos desenvolvidos do Nordeste indica predominância de municípios fora das capitais e regiões metropolitanas.

A tabela a seguir relaciona os 100 municípios nordestinos com os piores índices apurados em 2013. Vale lembrar que em âmbito nacional, Santa Rosa do Purus, localizado no estado do Acre, foi considerado o município menos desenvolvido com o índice de 0,2763.

NORDESTE. RANKING DOS 100 MUNICÍPIOS MENOS DESENVOLVIDOS.

 

 

UF

MA

 

 

MUNICIPIO

Pedro do Rosário

 

 

IFDM

0,3509

 

 

EMPR.&RENDA

0,3385

 

 

EDUCAÇÃO

0,5156

 

 

SAÚDE

0,1985

MA

Marajá do Sena

0,3564

0,3223

0,5061

0,2409

MA

Primeira Cruz

0,3586

0,1912

0,4990

0,3856

BA

Gongogi

0,3628

0,2422

0,5068

0,3393

BA

Caatiba

0,3645

0,2971

0,4661

0,3302

BA

Irajuba

0,3733

0,2057

0,5359

0,3783

MA

Arame

0,3749

0,2870

0,4280

0,4098

MA

Cajari

0,3749

0,2750

0,4728

0,3770

MA

Turiaçu

0,3754

0,2213

0,5496

0,3553

BA

10. Morpará

0,3783

0,2784

0,5030

0,3534

BA

Arataca

0,3792

0,3908

0,4361

0,3107

BA

Nova Canaã

0,3814

0,3803

0,5166

0,2474

BA

Santa Luzia

0,3816

0,4170

0,3862

0,3415

AL

Água Branca

0,3828

0,2523

0,5675

0,3286

BA

Ubatã

0,3831

0,2379

0,5314

0,3800

BA

Piritiba

0,3846

0,2945

0,5727

0,2867

BA

Cansanção

0,3855

0,3102

0,4996

0,3466

BA

Pilão Arcado

0,3870

0,3486

0,4479

0,3645

MA

São Bento

0,3889

0,1647

0,5174

0,4847

BA

20. Aurelino Leal

0,3892

0,3136

0,4793

0,3745

PB

Conceição

0,3916

0,1905

0,5347

0,4497

BA

Novo Triunfo

0,3930

0,3534

0,4393

0,3864

BA

Ibirapitanga

0,3936

0,3730

0,5230

0,2848

MA

Palmeirândia

0,3951

0,2397

0,5153

0,4305

BA

Itambé

0,3955

0,4112

0,5380

0,2371

MA

Cândido Mendes

0,3955

0,2675

0,6323

0,2867

BA

Itaju do Colônia

0,3966

0,4006

0,5048

0,2842

BA

Itapicuru

0,3988

0,4340

0,4614

0,3010

BA

Anagé

0,3990

0,3734

0,5330

0,2906

MA

30. Monção

0,3991

0,2515

0,5223

0,4234

BA

Itamari

0,3995

0,3909

0,4673

0,3403

MA

São João Batista

0,4001

0,2115

0,5533

0,4354

BA

Cocos

0,4001

0,4080

0,5000

0,2923

BA

Ibitiara

0,4007

0,1371

0,7131

0,3519

BA

Paratinga

0,4014

0,3849

0,4993

0,3200

BA

Ibirataia

0,4018

0,2967

0,5060

0,4028

MA

Penalva

0,4022

0,3380

0,4880

0,3807

PI

Paes Landim

0,4025

0,1811

0,5968

0,4294

BA

Umburanas

0,4041

0,2065

0,5446

0,4614

PI

40. Pimenteiras

0,4048

0,2010

0,5712

0,4422

BA

Canudos

0,4057

0,3796

0,5126

0,3247

BA

Sento Sé

0,4059

0,2865

0,5899

0,3412

BA

Piraí do Norte

0,4060

0,3372

0,4163

0,4645

BA

Itapitanga

0,4062

0,3853

0,4240

0,4095

BA

Várzea do Poço

0,4064

0,3235

0,5459

0,3498

PI

Geminiano

0,4067

0,3270

0,5223

0,3706

BA

São Gabriel

0,4079

0,2128

0,5996

0,4114

BA

Sítio do Quinto

0,4097

0,3705

0,5357

0,3228

BA

Ibicuí

0,4103

0,3888

0,4013

0,4410

BA

50. Nova Itarana

0,4108

0,3917

0,5204

0,3202

BA

Baixa Grande

0,4109

0,2897

0,5753

0,3679

BA

Ibiquera

0,4110

0,2924

0,5576

0,3829

MA

Cachoeira Grande

0,4115

0,2368

0,5308

0,4669

BA

Monte Santo

0,4124

0,3907

0,4877

0,3589

MA

Governador Archer

0,4130

0,1859

0,6139

0,4390

MA

São Luís Gonzaga do Maranhão

0,4133

0,2139

0,6078

0,4182

PI

Corrente

0,4134

0,2764

0,5433

0,4206

BA

Camacan

0,4142

0,4855

0,5501

0,2070

BA

Jiquiriçá

0,4148

0,3059

0,5859

0,3526

MA

60. Jenipapo dos Vieiras

0,4149

0,1793

0,5211

0,5444

BA

Quijingue

0,4150

0,1926

0,5566

0,4958

BA

Lamarão

0,4171

0,3411

0,4320

0,4783

BA

Queimadas

0,4185

0,3227

0,5786

0,3541

AL

Mata Grande

0,4185

0,3437

0,4228

0,4889

BA

Cândido Sales

0,4191

0,4473

0,5114

0,2988

BA

Dário Meira

0,4206

0,3511

0,4672

0,4437

PI

Paulistana

0,4208

0,1871

0,5757

0,4998

MA

Santa Filomena do Maranhão

0,4209

0,1704

0,5927

0,4996

PI

Cocal

0,4216

0,4096

0,5064

0,3488

BA

70. Ubaitaba

0,4217

0,3040

0,5968

0,3642

MA

Humberto de Campos

0,4225

0,3046

0,5818

0,3811

BA

Caraíbas

0,4228

0,1569

0,5063

0,6052

PB

Água Branca

0,4228

0,1962

0,6770

0,3953

BA

Várzea da Roça

0,4229

0,3076

0,6116

0,3495

BA

Tremedal

0,4230

0,3754

0,5754

0,3183

BA

Sátiro Dias

0,4235

0,3413

0,5606

0,3688

BA

Wenceslau Guimarães

0,4238

0,4117

0,5134

0,3461

BA

Itagibá

0,4243

0,3110

0,5884

0,3735

BA

Encruzilhada

0,4248

0,4172

0,5410

0,3162

MA

80. Fernando Falcão

0,4254

0,2909

0,4700

0,5152

MA

Timbiras

0,4256

0,2180

0,5929

0,4660

MA

Mirador

0,4263

0,3241

0,5863

0,3685

BA

Itaguaçu da Bahia

0,4265

0,3845

0,4943

0,4009

MA

Amarante do Maranhão

0,4269

0,3363

0,4465

0,4978

MA

Alcântara

0,4272

0,4103

0,5816

0,2897

BA

Malhada

0,4289

0,1885

0,5223

0,5759

MA

Paulo Ramos

0,4297

0,3574

0,4938

0,4379

MA

Luís Domingues

0,4298

0,1863

0,6386

0,4645

PI

Betânia do Piauí

0,4302

0,2223

0,6645

0,4040

BA

90. Santa Inês

0,4303

0,3334

0,5584

0,3991

BA

Presidente Tancredo Neves

0,4305

0,4467

0,4493

0,3956

BA

Uruçuca

0,4305

0,3182

0,5077

0,4657

BA

Itaquara

0,4305

0,4348

0,5538

0,3030

BA

Mulungu do Morro

0,4308

0,4005

0,5798

0,3120

MA

São Benedito do Rio Preto

0,4311

0,3096

0,5256

0,4581

BA

Tanquinho

0,4312

0,3767

0,5883

0,3285

MA

Sambaíba

0,4314

0,4514

0,5589

0,2838

MA

Igarapé do Meio

0,4314

0,3566

0,5318

0,4058

MA

Santana do Maranhão

0,4317

0,3602

0,5165

0,4182

BA

100. Casa Nova

0,4321

0,4020

0,4587

0,4356

Fonte: FIRJAN. Elaboração Agência Prodetec.

Menos desenvolvidos no Maranhão e Piauí

Abaixo, a situação dos municípios maranhenses classificados como os de pior desempenho na pesquisa realizada pelos técnicos da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, com base em dados do ano de 2013.

Tanto no Maranhão quanto no Piauí observa-se a precariedade dos indicadores cobertos pela pesquisa da Firjan, mas chama a atenção, em particular, o aspecto relacionado com o a geração de emprego e renda.

OS 10 MUNICIPIOS MENOS DESENVOLVIDOS DO MARANHÃO E PIAUÍ.

 

MUNICÍPIO

Pedro do Rosário

 

 

IFDM

0,3509

 

 

EMPR.&RENDA

0,3385

 

 

EDUCAÇÃO

0,5156

 

 

SAÚDE

0,1985

Marajá do Sena

0,3564

0,3223

0,5061

0,2409

Primeira Cruz

0,3586

0,1912

0,4990

0,3856

Arame

0,3749

0,2870

0,4280

0,4098

Cajari

0,3749

0,2750

0,4728

0,3770

Turiaçu

0,3754

0,2213

0,5496

0,3553

São Bento

0,3889

0,1647

0,5174

0,4847

Palmeirândia

0,3951

0,2397

0,5153

0,4305

Cândido Mendes

0,3955

0,2675

0,6323

0,2867

Monção

  0,3991

0,2515

0,5223

0,4234

ESTADO DO PIAUÍ 

Paes Landim

0,4025

0,1811

0,5968

0,4294

Pimenteiras

0,4048

0,2010

0,5712

0,4422

Geminiano

0,4067

0,3270

0,5223

0,3706

Corrente

0,4134

0,2764

0,5433

0,4206

Paulistana

0,4208

0,1871

0,5757

0,4998

Cocal

0,4216

0,4096

0,5064

0,3488

Betânia do Piauí

0,4302

0,2223

0,6645

0,4040

Padre Marcos

0,4371

0,4087

0,6306

0,2719

Jaicós

0,4376

0,3400

0,5879

0,3850

Campo Largo do Piauí

0,4406

0,3300

0,5746

0,4172

Fonte: FIRJAN. Elaboração Agência Prodetec.

Patamar elevado

No Nordeste, a atual pesquisa da Firjan chama a atenção pelo fato de quatro estados nordestinos se sobressaírem em relação aos demais. De fato, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Sergipe colocaram-se num patamar um pouco mais elevado que Maranhão, Bahia, Piauí, Paraíba e Alagoas, tomando-se por base o fato de que nenhum deles teve município incluído no ranking dos 100 piores.

Os municípios cearenses, em particular, apresentaram desempenho acima da média registrada nos demais estados da região, com um índice mínimo de 0,5108, em Aurora, contra 0,4735 no Rio Grande do Norte (município de Governador Dix-Sept Rosado), 0,4544 em Pernambuco (município de Buíque) e 0,4882 em Sergipe (município de Brejo Grande).

RANKING DOS 10 MUNICIPIOS MENOS DESENVOLVIDOS DO CEARÁ, RIO GRANDE DO NORTE, PERNAMBUICO E SERGIPE.

MUNICÍPIO                                IFDM          EMPR.&RENDA  EDUCAÇÃO          SAÚDE

Aurora

0,5108

0,2707

0,6407

0,6208

Umari

0,5161

0,3641

0,6145

0,5696

Salitre

0,5271

0,3242

0,6435

0,6136

Ararendá

0,5277

0,3340

0,7723

0,4768

Piquet Carneiro

0,5357

0,2282

0,6733

0,7058

Martinópole

0,5374

0,3800

0,7554

0,4769

Boa Viagem

0,5422

0,2867

0,6239

0,7159

Massapê

0,5441

0,3078

0,7342

0,5903

Tururu

0,5446

0,3881

0,7284

0,5173

Chaval

0,5530

0,3977

0,7515

0,5098

Estado do Rio Grande do Norte

Governador Dix-Sept Rosado

0,4735

0,1503

0,6733

0,5970

Antônio Martins

0,4975

0,3127

0,5927

0,5870

Portalegre

0,5087

0,2487

0,7670

0,5104

Pedra Grande

0,5176

0,2800

0,5715

0,7014

Afonso Bezerra

0,5199

0,2324

0,6149

0,7123

Jardim de Piranhas

0,5239

0,3665

0,7076

0,4976

Severiano Melo

0,5254

0,2254

0,7369

0,6140

Rodolfo Fernandes

0,5263

0,3728

0,6929

0,5132

São José do Campestre

0,5266

0,2906

0,5750

0,7144

Pedra Preta

0,5269

0,2648

0,6668

0,6492

Estado de Pernambuco

Buíque

0,4544

0,3256

0,5860

0,4517

Inajá

0,4568

0,4023

0,5472

0,4208

Manari

0,4595

0,3413

0,5769

0,4602

Angelim

0,4673

0,2330

0,6151

0,5540

Água Preta

0,4708

0,2607

0,4666

0,6852

Orocó

0,4750

0,3067

0,5659

0,5523

Afrânio

0,4769

0,3932

0,5943

0,4433

Maraial

0,4795

0,3188

0,5052

0,6144

Itaíba

0,4842

0,3884

0,5683

0,4957

Ibimirim

0,4909

0,3677

0,6356

0,4695

Estado de Sergipe

Brejo Grande

0,4882

0,3783

0,5423

0,5441

Carira

0,5033

0,3200

0,5264

0,6635

Gracho Cardoso

0,5108

0,2782

0,6177

0,6365

Canhoba

0,5201

0,3738

0,6444

0,5422

Gararu

0,5273

0,2959

0,6081

0,6781

Poço Redondo

0,5300

0,4083

0,5633

0,6185

Feira Nova

0,5325

0,3648

0,5422

0,6905

Pacatuba

0,5328

0,3344

0,6047

0,6593

Porto da Folha

0,5358

0,3708

0,6004

0,6361

Ilha das Flores

0,5364

0,4011

0,6157

0,5923

Fonte: FIRJAN. Elaboração Agência Prodetec.

Mais da metade na Bahia

De acordo com os dados da Firjan, mais da metade do ranking dos 100 municípios menos desenvolvidos corresponde a localidades do estado da Bahia.
Os piores índices de desenvolvimento estão nos municípios de Gongoci (0,3628 pontos), Caatiba (0,3645), Irajuba (0,3733), Morpará (0,3783) e Arataca (0,3792).

Na Paraíba, por sua vez, a lista é encabeçada pelos municípios de Conceição (0,3916), Água Branca (0,4228) e Cacimbas (0,4383). Outro município também chamado Água Branca é o menos desenvolvido de Alagoas (0,3828 pontos), seguido de Mata Grande (0,4185) e Craibas (0,4345 pontos).

RANKING DOS 10 MUNICIPIOS MENOS DESENVOLVIDOS DA BAHIA, PARAÍBA E ALAGOAS.

MUNICÍPIO                            IFDM          EMPR.&RENDA    EDUCAÇÃO         SAÚDE

Gongogi

0,3628

0,2422

0,5068

0,3393

Caatiba

0,3645

0,2971

0,4661

0,3302

Irajuba

0,3733

0,2057

0,5359

0,3783

 Morpará

0,3783

0,2784

0,5030

0,3534

Arataca

0,3792

0,3908

0,4361

0,3107

Nova Canaã

0,3814

0,3803

0,5166

0,2474

Santa Luzia

0,3816

0,4170

0,3862

0,3415

Ubatã

0,3831

0,2379

0,5314

0,3800

Piritiba

0,3846

0,2945

0,5727

0,2867

Cansanção

0,3855

0,3102

0,4996

0,3466

Pilão Arcado

0,3870

0,3486

0,4479

0,3645

Estado da Paraíba

Conceição

0,3916

0,1905

0,5347

0,4497

Água Branca

0,4228

0,1962

0,6770

0,3953

Cacimbas

0,4383

0,2943

0,5681

0,4525

Riachão do Bacamarte

0,4421

0,3148

0,5703

0,4410

Ingá

0,4472

0,3635

0,5493

0,4289

Bom Sucesso

0,4554

0,2079

0,6644

0,4939

Itatuba

0,4648

0,4251

0,5785

0,3908

Lagoa de Dentro

0,4725

0,2209

0,5403

0,6564

Marcação

0,4766

0,2021

0,4549

0,7727

Igaracy

0,4814

0,2608

0,6529

0,5305

Estado de Alagoas

Água Branca

0,3828

0,2523

0,5675

0,3286

Mata Grande

0,4185

0,3437

0,4228

0,4889

Craíbas

0,4345

0,3335

0,4863

0,4838

Porto Real do Colégio

0,4484

0,2325

0,5164

0,5962

Ibateguara

0,4520

0,3265

0,4616

0,5678

Traipu

0,4633

0,3703

0,4947

0,5250

Delmiro Gouveia

0,4660

0,3918

0,5670

0,4392

União dos Palmares

0,4693

0,3185

0,5156

0,5737

Roteiro

0,4704

0,3127

0,6182

0,4803

Girau do Ponciano

0,4706

0,3611

0,5394

0,5113

Fonte: FIRJAN. Elaboração Agência Prodetec.

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.