Anuncie Aqui

ECONOMIA NORDESTINA TEM MUITO ESPAÇO PARA EXPANSÃO DOS BANCOS

A intermediação financeira tem muito espaço para crescer no Nordeste, cuja economia representa 13,1% do PIB nacional, mas apenas 4,8% dos depósitos e 5,7% das operações de crédito. Em termos nacionais, o saldo dos depósitos no Brasil corresponde a 63% do PIB, posição de outubro de 2008; no Nordeste, essa participação é de apenas 23%,. Enquanto o saldo das operações de crédito representa 34,7% do PIB nacional, no Nordeste fica em 15,1%. Em termos de evolução, a taxa de crescimento para essas duas variáveis sob a ótica nacional foi quase duas vezes maior do que o ritmo apresentado pelo Nordeste, no final do ano passado.

 

No Nordeste, os bancos oficiais têm desempenho melhor que os particulares no quesito depósitos, seja em crescimento real seja em participação. No ano passado, por exemplo, a banca privada detinha 34,9% do total e os estabelecimentos oficiais o restante. No Brasil essa posição era invertida: os bancos privados participavam com 70,7% e as instituições financeiras públicas com 29,3%. Os depósitos do sistema financeiro do Nordeste alcançaram R$ 77,1 bilhões, em dez./07, com expansão real de 9,8% sobre dez./06. Já as operações de crédito totalizaram R$ 51,3 bilhões, com incremento real de 15,5% em relação a dez./06, valor correspondente a 15,3% do PIB da Região. As instituições financeiras públicas, no Nordeste, representavam a maior parcela (60,1%) contra 39,9% da banca privada.

Os dados comprovam que no Nordeste, as instituições financeiras públicas detêm a maior parcela do valor dos depósitos bancários e das operações de crédito. Nacionalmente, o quadro é o inverso.

Leituras diversas

Para o economista cearense Francisco Ferreira, estudioso do sistema financeiro regional, esse quadro comporta pelo menos três leituras. A primeira, mostra a importância que o setor público ainda desempenha no sistema bancário nordestino. A segunda, o espaço que os bancos privados podem e devem ocupar no processo de intermediação financeira na Região. A terceira, mais conceitual, é que o processo de crescimento econômico e da expansão da intermediação financeira é acompanhado por uma diminuição do peso das instituições financeiras públicas e aumento da participação dos bancos privados, nacionais e estrangeiros.

Mais informações na revista BNB Conjuntura Econômica disponível no endereço http://www.bnb.gov.br/projwebren/Exec/rce.aspx.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.