Anuncie Aqui

CONSUMO NO NORDESTE. MARANHÃO TEM 11 CIDADES COM POTENCIAL ACIMA DE R$ 1 BI

São Luís (Agência Prodetec) - Dos 100 maiores municípios nordestinos em potencial de consumo, em 2015, somente 11 são do Maranhão. Além da capital, com R$ 18,8 bilhões, integram a lista, pela ordem, os municípios de Imperatriz, São José de Ribamar, Timon, Caxias, Açailândia, Paço do Lumiar, Bacabal, Santa Inês, Balsas e Codó, todos com mercado consumidor acima de R$ 1 bilhão.

Os dados constam da última edição do IPC Maps, trabalho realizado pela IPC Marketing Editora, de São Paulo, que abrange todos os municípios brasileiros.

Exceto São Luís, todas as demais cidades maranhenses listadas no ranking das 100 maiores perderam posição no mapa de potencial de consumo. Na comparação com a pesquisa do ano passado, a capital subiu uma posição em termos nacionais. Hoje, é o décimo sexto mercado consumidor do Brasil e o quarto na região nordestina, atrás de Salvador, Fortaleza e Recife.

Segundo lugar no estado e 24° no top 100 regional, Imperatriz perdeu 28 posições em termos nacionais entre 2014 e 2015, sendo hoje o 156º maior mercado consumidor do país. Por sua vez, Balsas, 10º lugar em âmbito estadual, passou do 402º, em 2014, para o 489º, em 2015. Também perdeu posição no âmbito estadual, pois em 2014 era o oitavo mercado consumidor maranhense.

 

Cidades

Potencial consumo 2015 – R$ Milhões

Posição ranking 2015 Nacional       Regional      

Posição ranking 2014
 Nacional Estado

1. São Luis

18.868

  16                  4

  17                      1

2. Imperatriz

3.561

156                 24

128                       2

3. S.J.de Ribamar

2.093

260                 38

259                       3

4. Timon

1.927

291                 40

276                       4

5. Caxias

1.650

336                 48

306                       5

6. Açailândia

1.290

402                 59

395                       7

7. Paço do Lumiar

1.233

424                 62

360                       6

8. Bacabal

1.144

448                 65

435                       9

9. Santa Inês

1.077

479                 78

456                      10

10. Balsas

1.050

489                 81

402                       8

11. Codó

1.044

492                 83

465                      11

Fonte: IPC Maps. Elaboração Agência Prodetec.

 

Estadual

O estado apresenta um potencial em torno de R$ 67,6 bilhões, quarto maior no ranking dos estados do Nordeste, depois de Bahia, Pernambuco e Ceará.

Conforme o trabalho da IPC, o mercado consumidor do Nordeste deve chegar aos R$ 708,7 bilhões em 2015 quase um quinto do mercado brasileiro (R$ 3.730 bilhões). É a segunda maior região em consumo no Brasil, depois do Sudeste.

NORDESTE. MAPA DO CONSUMO POR ESTADO. ESTIMATIVA 2015

Estado

Total 2015 – Em R$ Bilhões

Part.(%) no Brasil

Maranhão (14)*

67,62

1,81

Piauí (21)*

36,74

0,98

Ceará (10)*

106,73

2,86

Rio G. do Norte (17)*

49,23

1,32

Paraíba (16)*

54,57

1,46

Pernambuco (8)*

125,10

3,35

Alagoas (20)*

37,72

1,01

Sergipe (22)*

30,61

0,82

Bahia (6)*

201,12

5,39

Fonte: IPC Marketing (www.ipcbr.com). Elaboração Agência Prodetec. 
 (*) Refere-se à participação no ranking nacional.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.