Anuncie Aqui

AGRICULTURA. NO NORDESTE, SAFRA DO ALGODÃO AVANÇA POUCO ESTE ANO

Rio de Janeiro (Agência Prodetec) – A safra de algodão do Nordeste, este ano, indica um crescimento de 3,9% no volume e de 1,3% na área ocupada. De acordo com o IBGE, a produção regional deve alcançar 1.338 mil toneladas numa área de 368,1 mil hectares.

Em âmbito nacional, a estimativa é de uma produção em torno de 4 026 mil toneladas, queda de 6,1%, para uma área de 1 038 mil hectares, -9,6% abaixo da safra anterior.

Apesar da continuidade da seca em muitas áreas produtoras, o rendimento da cultura algodoeira registrou um pequeno avanço (5,2%) no Nordeste, passando de 3.454 kg/ha para 3.635 kg/ha.

Estados produtores

Segundo maior produtor nacional de algodão, a Bahia registra aumento de apenas 2,8% no volume (1.196 mil toneladas). A área ocupada decresceu 2,8%, para 331,6 mil hectares, enquanto a produtividade avançou 5,7%, atingindo 3.608 quilos por hectare.

No Maranhão, a área do algodão trabalhada com algodão foi estimada em 21,3 mil hectares, com aumento de 15% sobre a safra passada. A produção prevista, de 89,8 mil toneladas, representa alta de 17,7% na comparação com a safra anterior. A produtividade maranhense registrou incremento de 2,4%, elevando-se para 4.200 quilos por hectare, a segunda maior do país, após a do Mato Grosso do Sul (4.425 Kg/ha).

Conforme o IBGE, no Piauí, o terceiro maior polo algodoeiro do Nordeste, a produção estimada, de 50,9 mil toneladas, representa aumento de 13,3%. A área ocupada cresceu 22,6%, totalizando 14,1 mil hectares, enquanto o rendimento ficou em 3 604 kg/ha, queda de 7.6%.

Na Bahia, a lavoura se concentra nos municípios situados no oeste do estado (especialmente São Desidério, Luis Eduardo Magalhães, Barreiras etc.) enquanto no Maranhão os polos principais são municípios do extremo sul (Alto Parnaíba, Balsas e Tasso Fragoso, principalmente).

Preços

Segundo os técnicos da Conab, os preços médios internacionais da pluma do algodão apresentaram desvalorização em agosto, em virtude da menor demanda mundial pelo produto no mercado físico no período, bem assim do desempenho das exportações dos Estados Unidos, que ficou aquém do esperado.

No caso dos preços domésticos do algodão houve uma reação positiva à valorização do dólar. " Desse modo, afirmam os especialistas, os preços sofreram uma variação positiva, além de estimular as vendas ao mercado externo". A cotação média em agosto elevou-se em todos os estados na comparação com julho. Na Bahia, por exemplo, a arroba subiu 2,93%, na média do mês, ficando em R$ 73,06 ante R$72,45/@ em Goiás, aumento de 4,88%, e R$ 66,53/@ no Mato Grosso (+3,05%).

Postada em 10 set.2015.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.