Anuncie Aqui

DESOCUPAÇÃO NO NORDESTE ALCANÇA 10,8% NO 3ºTRIMESTRE DESTE ANO

Rio de Janeiro (Agência Prodetec) – De acordo com a última PNAD Contínua, divulgada pelo IBGE, o terceiro trimestre de 2015, encerrou-se com uma taxa de desocupação da ordem de 10,8% no Nordeste, ante 8,9% no Brasil como um todo e de 6% no Sul. Tanto num caso como no outro a pesquisa experimentou incremento quando comparado ao trimestre imediatamente anterior.

Em relação ao terceiro trimestre de 2014, houve alta em torno de dois pontos percentuais em todas as cinco grandes regiões brasileiras. No Nordeste, subiu de 8,6% para 10,8%, a mais elevada do país, um pouco superior à registrada no Sudeste (de 6,9% para 9%). No Norte passou de 6,9% para 8,8%; no Sul, de 4,2% para 6% e no Centro-Oeste, de 5,4% para 7,5%.

Entre os estados e as capitais, a maior taxa de desocupação ocorreu na Bahia (12,8%) e em Salvador (16,1%), respectivamente, enquanto a menor, na mesma base comparativa, ficou com Santa Catarina (4,4%) e Rio de Janeiro (5,1%).

Vale salientar que no Nordeste, ao contrário das demais regiões brasileiras, o percentual de desocupados é menor entre as mulheres (48,9%).

Conforme o IBGE, os indicadores da PNAD Contínua são calculados para trimestres móveis, com informações dos últimos três meses consecutivos da pesquisa, no caso coletadas em julho, agosto e setembro/2015.

TAXA DE DESOCUPAÇÃO E CONTINGENTE DE DESOCUPADOS POR REGIÃO. 3ºTRIM2014/ 3ºTRIM.2015

REGIÃO

3°TRIM.2014 (%)

3°TRIM.2015 (%)

TOTAL PESSOAS 3ºTRIM.2014 -  MIL

TOTAL PESSOAS 3ºTRIM.2015 -  MIL

Norte

6,9

8,8

532

698

Nordeste

8,6

10,8

2.130

2.756

Sudeste

6,9

9,0

     2.980

4.011

Sul

4,2

6,0

643

921

Centro-Oeste

5,4

7,5

420

594

Brasil

6,8

8,9

6.705

8.979

Fonte: IBGE. PNAD Contínua 3Trim.2015.

Rendimento real

A pesquisa do IBGE mostra que no terceiro trimestre deste ano a média da renda habitual do trabalhador nordestino (R$ 1.284,00) foi a menor do país, enquanto a maior (R$ 2.189,00) ficou com o Sudeste.

O rendimento médio mais baixo foi apurado no Maranhão (R$ 993,00), com São Luís ostentando o pior desempenho (R$ 1.519,00) entre as capitais, menos da metade do maior rendimento obtido nesse grupo (R$ 3.782,00, em Vitória – ES).

RENDIMENTO MÉDIO NOMINAL/MÊS (RENDA DE TRABALHO), POR REGIÃO

REGIAO

3°TRIM.2014 – R$ 1,00

3°TRIM.2015 – R$ 1,00

Norte

1 392

1 454

Nordeste

1 188

1 284

Sudeste

1 967

2 189

Sul

1 891

2 051

Centro-Oeste

1 967

2 144

Brasil

1 725

1 889

, Fonte: IBGE. PNAD Contínua 3Trim.2015.    

Postada em 20 Nov.2015.            

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.