Anuncie Aqui

NORDESTE. SECA NA BAHIA PODE FRUSTRAR PREVISÃO DAS SAFRAS DE SOJA E MILHO

Salvador (Agência Prodetec) - As perspectivas para as safras de soja e milho no Nordeste, este ano, dificilmente vão se confirmar devido às irregularidades das chuvas nos principais estados produtores. No caso da soja, a previsão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) era de uma queda em volta de 2,6% na safra deste ano em comparação com a safra anterior, algo como 7.870,2 mil toneladas computadas as produções esperadas na Bahia, no Maranhão e no Piauí.

Acontece que nos últimos dias, a situação do clima degringolou na parte oeste da Bahia e a estimativa de aumento de 5,9% na safra de soja dificilmente vai se concretizar. O estado, sozinho, responde por quase 60% da soja regional e 40% do milho.

As chuvas em fevereiro representaram menos de 10% da média de 115 mm, limitando-se a 9 mm, segundo a estação meteorológica de Bom Jesus da Lapa. Ao lado disso, o calor excessivo no período de enchimento de grãos também prejudicou as lavouras, sobretudo as de soja e milho.

Emergência

Em virtude dessa situação, os produtores já apelaram às autoridades para decretação do estado de emergência nos municípios de Barreiras, São Desidério, Riachão das Neves, Formosa do Rio Preto, Baianópolis, Cocos, Correntina, Jaborandi, e Luis Eduardo Magalhães, todos localizados no Oeste da Bahia.

Eles calculam prejuízos da ordem R$ 2 bilhões na atual safra, daí o pedido para que o Ministério da Integração Nacional reconheça a emergência, o que permitirá aos produtores prorrogar as dívidas. Segundo a AIBA, entidade que congrega os produtores rurais do Oeste da Bahia, as dificuldades climáticas da região devem implicar perdas de até um terço no rendimento inicial esperado para a soja, caindo de 53 para 37 sacas por hectare.

Em relação o milho, a AIBA indica declínio ainda mais elevado: de 39%, totalizando 115 sacas por hectare. A colheita dos dois produtos na região já foi iniciada.

PRODUÇÃO DE SOJA E MILHO ESTIMADA PARA A SAFRA 2015-2016 PELA CONAB, COM VARIAÇÃO SOBRE SAFRA ANTERIOR. EM MIL TONELDAS.

PRODUTO

BAHIA
Produção (t)

MARANHÃO  Produção (t)

PIAUI  Produção (t)

NORDESTE  Produção (t)

Soja

4.429,3 (+5,9%)

1.800,9
(- 13,0 %)

1.640,0 (10,6%)

7.870,2
(-2,6%)

Milho

2.380,6
(-14,2%)

1.373,3
(-6,5%)

1.083,9 (+1,8%)

6.043,6
(-3,2%)

Fonte: Conab. Elaboração Agência Prodetec.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.