Anuncie Aqui

AGRICULTURA. 2016 MARCA ÊXITO DO MILHO NA PARAÍBA E NO CEARÁ

Brasília (Agência Prodetec) - Apesar de todas as dificuldades com a seca, que já se prolonga pelo quinto ano consecutivo, a safra de milho da Paraíba e do Ceará deve marcar um desempenho extraordinário na atual safra com, respectivamente, 827% e 429% de aumento em relação à safra de 2015.

A estimativa do IBGE é de que a produção cearense alcance 692,7 mil toneladas ante 130,8 mil toneladas da safra passada. Esse resultado deve-se a um crescimento espetacular na produtividade que passou de 264 quilos para 1.328 quilos por hectare, uma vez que a área colhida deve ficar em 521,6 mil hectares contra 495,7 mil hectares em 2015.

No caso da Paraíba, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística prevê produção de 101,7 mil toneladas para uma área colhida de 100,7 mil hectares, crescimento de 119% sobre a área da safra de 2015.

A previsão para a produtividade paraibana não é tão exuberante com a cearense, devendo se situar em volta de 1.011 quilogramas por hectare, em 2016, com expansão de 323%, ante 1.328 kg esperados no Ceará.

MILHO NOS ESTDOS DA PARAÍBA E CEARÁ.  ÁREA COLHIDA (t), PRODUÇÃO (T) E VARIAÇÃO (%)

ESTADO

VARIÁVEL

SAFRA 2015

EST.SAFRA 2016

VAR. (%) 2016/2015

PARAÍBA

ÁREA COLHIDA

 46 022            

         100 724  

       118.9

 

PRODUÇÃO

   10 979    

       101 782     

        827.1

 

PRODUTIVIDADE

    239       

                 1 011   

          323.0

CEARÁ

ÁREA COLHIDA

495 682          

          521 631       

       5.2

 

PRODUÇÃO

130 887      

       692 752     

     429.3

 

PRODUTIVIDADE

264    

            1 328  

      403.0  

Fonte: IBGE/LSPAAbril2016.  Elaboração Agência Prodetec.

Outros estados

Exceto quanto ao Maranhão, onde houve queda, nos demais estados nordestinos o milho também teve desempenho positivo. Em estados como Pernambuco e Rio Grande do Norte, devido à pequena base de produção do ano anterior, a expectativa para a safra deste ano é de um aumento de 289% e 272%, respectivamente.

Na Bahia, maior produtor do grão no Nordeste, o crescimento previsto é de apenas 2,3%, totalizando 2.871 mil toneladas. No Maranhão, segundo maior produtor, a estimativa é de um decréscimo de 19,4%, para 1.126 mil toneladas.
Em relação a Sergipe, cuja produção deve chegar a 770 mil toneladas, o estado se caracteriza pelo bom rendimento da cultura do milho. Com 4.400 quilos por hectare, a produtividade local é a maior do Norte e Nordeste e a nona do Brasil.

Postada em 23 Maio 2016.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.