Anuncie Aqui

AGRICULTURA. NORDESTE VAI COLHER 2,1 MILHÕES DE SACAS DE CAFÉ EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) – De acordo com o último boletim da Conab a safra de café do Nordeste deve totalizar 2,1 milhões de sacas em 2016, com redução de 10,7% sobre a safra anterior. A cultura experimentou área maior de cultivo na atual safra, mas perdeu em rendimento.

A produção baiana de café se espraia em três áreas distintas: cerrado e região do Planalto, onde predomina a variedade arábica, e a região Atlântica, especializada em café conilon. O pior desempenho ocorreu nessa última região em virtude da forte estiagem e ataques de pragas durante o ciclo da lavoura, determinando a queda de 30% na safra.

Nessas três regiões a área com cafeeiros evoluiu 8% e alcançou 149,7 mil hectares, dos quais 48,6 mil correspondem à variedade conilon, que apresentou produção em baixa (46%).

A tabela indica os dados relativos à área plantada, produtividade e produção no biênio 2015/2016.

ITEM DISCRIMINADO

SAFRA 2015

SAFRA 2016

VARUAÇÃO (%)

Área em Produção (ha)

138.678,0

 149.753,0

 8,0

Rendimento (saca/ha)

 16,91 

 13,99 

   (17,3)

Produção (mil sacas beneficiadas)

 2.345,7 

  2.095,0 

  (10,7)

 

Segundo os técnicos da Conab, a cafeicultura na Bahia apresenta atualmente um quadro tecnológico bastante diversificado, o que reflete diferentes condições ambientais, variadas formas de ocupação do seu espaço agrário e modalidades de organizações da atividade produtiva.

Na região Oeste são explorados, atualmente, cerca de 14 mil hectares em regime de irrigação, tendo como polos as cidades de Barreiras, Luís Eduardo Magalhães, São Desidério e Cocos. Na área chamada Atlântico, no extremo Sul da Bahia, fronteira com o Espírito Santo, o cultivo de sequeiro do conilon é favorecido pela topografia, boa luminosidade e clima favorável, com chuvas regulares. No caso do Planalto, região polarizada pela cidade de Vitória da Conquista, a produção deste ano deve crescer 12%, para 923,4 mil sacas de 60 kg.

Receita com a atividade

Com pouco mais de 5%, ainda é pequena participação do Nordeste no conjunto das receitas proporcionadas pelo café, no Brasil (R$ 17,1 bilhões no ano agrícola 2014/15).

Conforme a Conab, a receita bruta cresceu nos últimos três anos, totalizando R$ 15,1 bilhões no Sudeste (88,3% do valor global), R$ 939,1 milhões no Nordeste (5,48%), R$ 510,8 milhões no Sul (2,98%), R$ 438,1 milhões no Norte (2,56%) e R$ 131,7 milhões no Centro-Oeste (0,68%).

No caso do Nordeste, exceto por uma pequena contribuição do Ceará (R$ 11,6 milhões), toda receita procede do estado da Bahia.

CAFÉ. EVOLUÇÃO DA RECEITA BRUTA POR REGIÕES PRODUTORAS

REGIÕES PRODUTORAS PROD. TOTAL       REC TOTAL (R$ MIL)       PREÇO MÉDIO

NORTE                               1.777.900               438.135,19            246,43

NORDESTE                         2.392.700                939.173,71           392,52

CENTRO-OESTE                    398.000                   131.745,09         331,02

 SUDESTE                        37.376.400              15.120.713,93         404,55

 SUL                                1.290.000                   510.874,31        396,03

Fonte: Conab.

Postada em 22 set. 2016.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.