Anuncie Aqui

AGRICULTURA. ÁREA COM ARROZ NO NORDESTE PERMANECE QUASE ESTAGNADA

Brasília (Agência Prodetec) – O primeiro levantamento da safra brasileira de grãos divulgado pela Conab, ontem, mostra que a área ocupada pela cultura do arroz no Nordeste permanece praticamente estagnada. A expectativa mais otimista é de um avanço de apenas 0,6% podendo mesmo ser reduzida em 1,6%.

Na safra anterior, a lavoura arrozeira abrangeu 283,3 mil hectares enquanto a estimativa para o ano agrícola 2016/17 varia de 278,7 mil a 284,9 mil hectares. Com isso, a produção do grão não acompanha a demanda existente, forçando a importação em larga escala de outros centros produtores.

Os pesquisadores têm uma explicação para esse quadro. Segundo eles, a estagnação estaria associada a três fatores: a baixa competitividade do arroz nordestino, o alto custo de implantação da lavoura e condições hídricas desfavoráveis que impedem índices de produtividade capazes de estimular os investimentos.

NORDESTE. ESTIMATIVA1 DE ÁREA PLANTADA COM ARROZ SAFRA 2016/2017.  EM MIL HECTARES.

REGIÃO/

SAFRA 2015/2016

SAFRA 2017 PREVISÃO

VAR. (%)

ESTADO

      (a)

Limite inferior (b)

Limite superior (c)

b/a

c/a

MA

181,5 

176,1

  181,5

 (3,0)

 - 

PI

79,1

79,1

79,1

-

-

CE

4,7 

4,7

 4,7

 -

  - 

RN

1,0

 1,0

 1,0

 -  

-  

PE

0,3

0,3

0,3

-

-

AL

3,0

 3,0

  3,0

 - 

 -

SE

5,1

 5,1

 5,1

 - 

 -

BA

7,8 

8,6

  9,4 

10,0

 20,0

NORDESTE

283,3

 278,7

  284,9

 (1,6)

 0,6

Fonte: Conab. (1) Base: Out.16. 

Como mostrado na tabela acima, no Maranhão, principal produtor de arroz do Nordeste, a área plantada pode cair 3%, variando de 176,1 mil e 181,5 mil hectares. Contudo, há perspectiva de elevação da produtividade em 1,3%, de 1.478 kg por hectare para 1.497 kg.

No Maranhão, a produção do arroz tem origem basicamente nas pequenas propriedades e agricultura familiar, enquanto na Bahia procede das áreas recém-abertas destinadas ao cultivo de soja ou milho sob o regime de sequeiro. A safra maranhense deve atingir até 271,7 mil toneladas contra 268,3 mil toneladas na safra 2015/2016.

Terceiro maior produtor de arroz do Nordeste, o estado do Piauí deve experimentar expansão de até 56% na próxima safra, totalizando 93,5 mil toneladas, para uma área plantada de 79 mil hectares, o que resulta no rendimento de 1.182 kg/ha, acréscimo de 56% sobre a safra anterior.

NORDESTE. ESTIMATIVA1 DE PRODUÇÃO DE ARROZ SAFRA 2016/2017. EM ML TONELADAS.

REGIÃO/

SAFRA 2015/2016

SAFRA 2017 PREVISÃO

VAR. (%)

ESTADO

      (a)

Limite inferior (b)

Limite superior (c)

b/a

c/a

MA

268,3

  263,6 

271,7

 (1,8)

1,3

PI

59,7 

93,5

  93,5

 56,6 

56,6

CE

3,0

  7,9

 7,9

  163,3

  163,3

RN

2,9

 2,9

  2,9

 - 

 - 

PB

0,2

  0,7

 0,7

 250,0

  250,0

PE

1,4 

1,6 

1,6 

14,3

  14,3

AL

17,2

 17,5

  17,5 

1,7

 1,7

SE

37,0

 35,0

  35,0

 (5,4)

 (5,4)

BA

 4,0 

  7,2 

   7,9 

 80,0 

   97,5

NORDESTE

393,7

  429,9

 438,7

  9,2 

11,4

Fonte: Conab.  (1) Base: Out.16.

Embora tenha a terceira maior área de arroz, a produção baiana (cerca de oito mil toneladas) fica muito aquém da de Sergipe em virtude da boa produtividade obtida pelos produtores sergipanos (6.866 quilos por hectare contra 837quilos/há dos baianos).

Para uma área de cultivo estimada em cinco mil hectares, Sergipe calcula a colheita de 35 mil toneladas de arroz, ocupando, sobretudo campos irrigados da região do Baixo São Francisco. A atividade sofre os efeitos da falta de estrutura dos perímetros irrigados, bem assim da salinização provocada pelo avanço do mar rio São Francisco acima, mas mesmo assim a boa produtividade média no estado tende a melhorar e já alcança nove mil toneladas em algumas áreas do estado.

Em relação à safra 2015/2016, a média de rendimento da lavoura de arroz no Nordeste deve crescer 11%, passando de 1.389 kg para 1.542 quilos por hectare.

Postada em 7 Out.2016.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.