Anuncie Aqui

CRÉDITO NO NORDESTE DECRESCE ENQUANTO INADIMPLÊNCIA AUMENTA

Brasília (Agência Prodetec) – As operações de crédito no Nordeste registraram queda de 0,3% em outubro, totalizando R$ 396.064 milhões. No acumulado do ano, o saldo baixou 1,86% ante 0,15% na comparação com outubro de 2015.

Em âmbito nacional, as operações de crédito do sistema financeiro alcançaram R$3.095 bilhões, com decréscimo de 0,5% no mês e de 2% em 12 meses.

O desempenho do Nordeste foi o terceiro pior entre as grandes regiões brasileiras, após Sudeste (saldo de R$1.660 bilhões, com retração de 0,7% sobre o mês anterior e Sul (R$ 544 bilhões, -0,4%). No Centro-Oeste, o saldo somou R$ 324 bilhões (-0,2% n) e no Norte, R$ 116 bilhões (-0,4%).

Do montante regional, a maior participação se refere às operações com pessoas físicas, com R$ 238,4 bilhões, e o restante à carteira de pessoas jurídicas (R$ 157,6 bilhões). Em termos nacionais, esse quadro é inverso, pois as operações com as pessoas jurídicas (R$ 1.556 bilhões) predominam sobre as pessoas físicas (R$ 1.539 bilhões).

De acordo com as informações divulgadas pelo Banco Central esta semana, tanto no país como no Nordeste registraram-se quedas no movimento das carteiras de pessoas físicas e jurídicas, tanto ao longo de outubro como no período de 12 meses.

Inadimplência geral

A taxa de inadimplência da carteira de crédito do sistema financeiro no Nordeste continua acima da média nacional. Medida pelo total de crédito com atraso superior a 90 dias, a taxa na região alcançou 4,20% em outubro contra 3,9% no país. No mesmo mês, em 2015, esses índices eram de 4.46% e 3,2%, respectivamente.

Nas operações com as famílias, o nível de inadimplência permanece em alta (4,61%) no Nordeste, um pouco acima da verificada para o Brasil (4,2%). No caso da carteira de empresas, essa taxa alcançou 4,24% no Nordeste contra 3,6% no país.

A tabela abaixo mostra a evolução do sistema financeiro do Nordeste nos últimos cinco anos, com os saldos das carteiras de pessoas físicas e jurídicas, bem assim a taxa de inadimplência geral. A referência é o mês de outubro de cada ano. Valores nominais expressos em milhões de reais

SALDO DAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO - REGIÃO NORDESTE (PESSOAS FÍSICAS, PESSOAS JURÍDICAS E TOTAL) E NIVEL DE INADIMPLÊNCIA.

PERÍODO

OPER. PESSOA FISICA – R$

OPER. PESSOA JURÍDICA – R$

OPER.TOTAL – R$

TX. INADIMPLENCIA GERAL (%)

out/2011

126.735

118.566

245.301

3,56

out/2012

149.714

135.872

285.586

4,16

out/2013

178.197

158.889

337.086

3,79

out/2014

205.456

164.094

369.550

3,63

out/2015

228.285

168.395

396.679

4,20

out/2016

238.383

157.681

396.064

4,46

Fonte: Banco Central. (Valores em R$ milhões).

Postada em 24 Nov.2016.

Voltar

 

NO NORDESTE, PREÇOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL POUCO VARIAM EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O Índice Nacional da Construção Civil apurado pelo IBGE PI) em outubro apresentou...

PIB DO NORDESTE PERMANECE CONCENTRADO EM 4 ESTADOS

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. Dados das Contas Regionais relativas a 2015, divulgados pelo Instituto Brasileiro...

SALDO DE CRÉDITO DO NORDESTE CONTINUA A CAIR, EM OUTUBRO

Agência Prodetec – Brasília – 01 dezembro 2017. O saldo de empréstimos do sistema financeiro do Nordeste alcançou R$ 396 bilhões...

Estudos e Pesquisas

PIB DO NORDESTE CRESCE ENTRE 2002 E 2015, MAS PERMANECE DISTANTE DAS REGIÔES MAIS RICAS

Crescimento do PIB foi negativo em 2015 para todos os estados brasileiros, mas a participação do Nordeste no agregado nacional melhorou, de 13,9% para 14,2%, ainda muito longe da representatividade do Sudeste que responde por 54% do PIB do país. Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. O estudo "Contas Regionais do Brasil 2002-2015" divulgado pelo IBGE mostra que...

ESTUDO MOSTRA CEARÁ E MARANHÃO COM A MELHOR SITUAÇÃO FISCAL DO PAÍS, EM 2016.

Uma análise realizada por pesquisadores cariocas indica que estados pobres como Ceará e Maranhão apresentam situação fiscal bem melhor que os chamados estados ricos, com desempenho superior em aspectos como dívida, despesa com pessoal, disponibilidade de caixa e investimentos. AGÊNCIA PRODETEC ΩΩ [ABRIL 2017] Rio de Janeiro – A situação fiscal da maioria dos estados do Nordeste é melhor que a apresentada...

Veja também

GOVERNO FEDERAL SE APROPRIA DE RECURSOS DO FNE PARA FINANCIAR BOLSAS DE ESTUDOS

A proposta para o próximo ano prevê aplicações no montante de R$ 23,9 bilhões e, além dos setores tradicionais, o...

EXPORTAÇÃO DE CAFÉ DO NORDESTE RECUOU EM 2017

Agência Prodetec - Rio de Janeiro – 01 dezembro 2017. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Comercio Exterior e Serviços...

VALOR DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA (VBP) DO NORDESTE CHEGA A R$ 42,4 BILHÕES EM 2016

Brasília (Agência Prodetec) - De acordo com Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Valor Bruto da Produção agropecuária...

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.