Anuncie Aqui

MadeInNordeste

EXPORTAÇÃO NORDESTE: AÇÚCAR E ÁLCOOL SÃO 99% DA PAUTA ALAGOANA

Brasília, 4 Ago.2013 (Agência Prodetec) - Os dados relativos às exportações nordestinas nos primeiros seis meses de 2013 mostram que Alagoas é o estado da Região onde a pauta está mais concentrada.

O montante exportado pelo Estado no período alcançou US$ 599,3 milhões. Nada menos de 99,2% das vendas alagoanas são oriundos do segmento sucroalcooleiro, dividido em dois capítulos: açúcar de cana, com 95,1%, e álcool etílico, com o restante.

As vendas de açúcar, isoladamente, somaram US$ US$ 540,4 milhões para 1.138 mil toneladas embarcadas ante US$ 532,8 milhões (921,4 mil t) no primeiro semestre de 2012. 

Leia
 
PAUTA DE EXPORTAÇÃO DO NORDESTE AINDA DEPENDE DE POUCOS PRODUTOS

Brasília, 30 Jul.2013 (Agência Prodetec) – Na maioria dos estados nordestinos, a pauta de produtos exportados continua cada vez mais concentrada.

Em Alagoas, por exemplo, o segmento sucroalcooleiro respondeu por 99% das vendas externas no primeiro semestre deste ano. No Maranhão, a área de minérios representou mais de dois terços das exportações enquanto na Paraíba 54,6% das divisas foram oriundas da indústria de calçados.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior (MDIC), os dados dos primeiros seis meses de 2013 indicam que Alagoas é o estado da região onde a pauta está mais concentrada, seguindo-se Maranhão, Paraíba, Sergipe e Piauí.

Leia
 
BALANÇA COMERCIAL NORDESTE: CADEIA DE PETRÓLEO E GÁS É A GRANDE VILÃ

Brasília, 30 Jul.2013 (Agência Prodetec) – O déficit recorde na balança comercial do Nordeste durante o primeiro semestre deste ano, cerca de US$ 6,5 bilhões, é basicamente consequência do aumento das importações de produtos da cadeia de petróleo e gás.

O desempenho do principal grupo do setor, a Petrobras, mostra que suas vendas no período alcançaram US$ 683 milhões (US$ 52 milhões da Distribuidora) ante US$ 5.858 milhões de importações.

Em relação ao primeiro semestre de 2012, as exportações nordestinas da Petróleo Brasileiro S.A decresceram 43,8% contra um aumento de apenas 3% da Petrobras Distribuidora. No mesmo intervalo, as compras externas do grupo aumentaram 10,8%.

Leia
 
MUNICÍPIO POBRE DO BAIXO PARNAIBA EXPORTA SOJA PARA CHINA

Brasília, 30 Jun.2013 (Agência Prodetec) - Magalhães de Almeida, um dos municípios mais pobres do Brasil, localizado na região do Baixo Parnaíba, no Maranhão, acaba de estrear no mercado internacional de commodities como exportador de soja. No mês de maio, Magalhães de Almeida registrou exportações de US$ 5 milhões do grão para a China, um pouco mais de Anapurus, outro município dessa região maranhense cujas vendas somaram US$ 4,5 milhões.

As exportações de soja do Baixo Parnaíba ainda são incipientes comparadas ao Estado como um todo. Todavia, crescem a cada safra como mostra a situação de Anapurus, onde a evolução foi 269 vezes maior entre maio de 2012 e maio deste ano.

Leia
 
EXPORTAÇÃO DE OURO DA BAHIA DESABA 49%

Salvador, 05 Jul.2013 (Agência Prodetec)- As exportações de ouro em barra da Bahia caíram quase 50% nos primeiros cinco meses deste ano comparativamente ao mesmo período de 2012. As vendas totalizaram US$ 56,6 milhões entre janeiro e maio contra US$ 110,5 milhões em igual intervalo do ano passado. Foram negociados 1.084 quilos do produto até maio ante 2.046 quilos em 2012.

Com essa queda, o ouro em barra perdeu posição relativa na pauta exportadora da Bahia. Com participação de 1,44% no total obtido entre janeiro e maio últimos, o produto ocupa o 15º lugar entre os mais exportados pelo estado. No mesmo período, em 2012, com participação de 2,62% estava na 8ª posição. Mesmo assim, o ouro supera as vendas de produtos tradicionais como cacau em pó, couros e peles, café e manga.

Leia
 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Próximo > Fim >>

Página 27 de 30

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.