Anuncie Aqui

MadeInNordeste

MAIORES EMPRESAS DE EXPORTAÇÃO DO NORDESTE

Os maiores índices de crescimento das exportações nordestinas, em 2012, foram observados em três países asiáticos. De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) as vendas para a Tailândia aumentaram 143,8% no período 2012/11, totalizando US$ 174 milhões.

As compras realizadas por Formosa (Taiwan) cresceram 131,6%, alcançando US$ 139,6 milhões. Por sua vez, as exportações para o Vietnã subiram 130,9%, chegando a US$ 163,2 milhões.

Esse desempenho colocou os três países asiáticos no ranking dos 30 maiores destinos das vendas externas do Nordeste, em 2012. Contudo, a participação deles no conjunto das exportações regionais ainda é inexpressiva: 0,93% (Tailândia), 0,87% (Vietnã) e 0,74% (Formosa).

Leia
 
AGRICULTURA NORDESTE: PLANTIO E EXPORTAÇÃO DE MELANCIA REGISTRAM AVANÇOS NA REGIÃO

A cultura da melancia experimentou bom crescimento nos últimos anos no Nordeste, tanto em termos de produção quanto de vendas para o exterior. Um relatório do BNB-Etene sobre a atividade indica que o Nordeste produziu 608 mil toneladas de melancia em 2008, com incremento de 49,5% sobre 2001, menos de um terço da safra nacional de 1.995 mil toneladas, cujo avanço no período foi de 37,6%.

O valor da produção alcançou R$ 602 milhões, com participação de R$ 203,4 milhões (34%) do Nordeste. No caso das exportações regionais, houve um crescimento de 86% entre 2006 e 2008, passando de US$ 9,7 milhões para US$ 18,1 milhões. No ano passado, verificou-se um ligeiro recuo nas vendas, totalizando US$ 15,7 milhões.

Trazida da África para o Brasil pelos colonizadores, a melancia encontrou no país clima e solo excepcionais para se desenvolver, especialmente nas áreas quentes e secas do Nordeste que proporcionam mais de uma safra anual.

Leia
 
Exportação maranhense de ferro cai 52% em 12 meses

As exportações de minério de ferro do Maranhão registraram grande expansão em junho último, totalizando US$ 102 milhões contra US$ 75 milhões em jun.-2010. No total do semestre, entretanto, o capítulo minérios, escórias e cinza observou queda de 52% em comparação com o mesmo período de 2910, somando US$ 440,3 milhões em divisas.

De acordo com estudo divulgado pela revista BNB Conjuntura Econômica, o valor menor nas vendas de ferro do Estado decorreu de redução na quantidade exportada, já que foi expressivo o aumento do preço do ferro no período da análise.

Leia
 
ALAGOAS CONCENTRA EXPORTAÇÃO BASICAMENTE EM AÇÚCAR BRUTO

Os dados relativos às exportações nordestinas nos primeiros três meses de 2011 mostram que Alagoas é o estado da Região onde a pauta está mais concentrada, seguido do Piauí, Maranhão e Pernambuco.

O montante exportado pelo Estado no período alcançou US$ 562,3 milhões. Nada menos de 99% das vendas alagoanas são oriundos do segmento sucroalcooleiro, dividido em dois capítulos: açúcares e produtos de confeitaria, com 90%, e bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres, com o restante. As vendas de açúcar em bruto, isoladamente, somaram US$ US$ 470,2 milhões.

Leia
 

Página em construção

 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Próximo > Fim >>

Página 30 de 30

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.