Anuncie Aqui

ALAGOAS CONCENTRA EXPORTAÇÃO BASICAMENTE EM AÇÚCAR BRUTO

Os dados relativos às exportações nordestinas nos primeiros três meses de 2011 mostram que Alagoas é o estado da Região onde a pauta está mais concentrada, seguido do Piauí, Maranhão e Pernambuco.

O montante exportado pelo Estado no período alcançou US$ 562,3 milhões. Nada menos de 99% das vendas alagoanas são oriundos do segmento sucroalcooleiro, dividido em dois capítulos: açúcares e produtos de confeitaria, com 90%, e bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres, com o restante. As vendas de açúcar em bruto, isoladamente, somaram US$ US$ 470,2 milhões.

No Rio Grande do Norte, que exportou US$ 55,1 milhões no período, registrou-se uma concentração de 53% no capítulo frutas, cascas de cítricos e de melões, em que se destacam a castanha de caju (41%) e melões frescos (35%). A pauta do Maranhão também é bastante concentrada. No conjunto, o setor de mineração responde por cerca de dois terços das vendas externas no trimestre, mesmo com o declínio de 63,3% nos negócios com minérios de ferro aglomerados e seus concentrados, o principal item exportado, com vendas externas de US$ 204,8 milhões.

Já em Pernambuco, cujas vendas externas alcançaram US$ 295,8 milhões, o capítulo açúcares e produtos de confeitaria concentraram 63% desse total. Na Paraíba, esse mesmo item representou 41% das vendas. No Ceará, por sua vez, os setores de calçados (30%), peles e couros totalizaram 44% das exportações do trimestre.

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.