Anuncie Aqui

NORDESTE EXPORTAÇÃO. DOBRA O DÉFICIT DA BALANÇA COMERCIAL DO CEARÁ

Brasília, 10 Set.2013 (Agência Prodetec) – O déficit da balança comercial do Ceará mais do que dobrou entre o primeiro semestre de 2013 e o de 2012. Foi o maior crescimento do Brasil, atrás apenas de Sergipe. A explicação é que as exportações cearenses, assim como as do Nordeste em geral, recuaram nos seus primeiros meses deste ano.

O saldo negativo da pauta cearense alcançou 1.200 milhões no acumulado janeiro-junho, ante US$ 535 milhões no mesmo período de 2012.

As exportações do Ceará somaram US$ 542,2 milhões no primeiro semestre deste ano, 11% a menos que no mesmo intervalo de 2012 (US$ 614,5 milhões).

De acordo com as informações do Ministério do Desenvolvimento- Secex, o Ceará foi o terceiro maior exportador do Nordeste, no semestre, depois da Bahia (US$ 4.691 milhões) e Maranhão (US$ 1.168 milhões). E era o quarto em importações, após Bahia, Maranhão e Pernambuco.

Liderança

Embora o setor de calçados coloque-se hoje como campeão da pauta, isoladamente, a amêndoa castanha de caju (ACC) se manteve na liderança do comércio externo cearense. Todavia, as vendas do produto experimentaram queda de 38,81% em relação ao primeiro semestre de 2012, consequência da redução da safra provocada pela seca.

No acumulado de 2012, as vendas de castanha totalizaram US$ 148,5 milhões ante US$ 176 milhões no ano anterior e US$ 182 milhões em 2010.
=.=.=.=.=.

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.