Anuncie Aqui

NORDESTE FRUTICULTURA: EXPORTAÇÕES DE FRUTAS FRESCAS SOMAM US$ 114 MILHÕES

Brasília, 10 Set.2013 (Agência Prodetec) - Apesar da seca que assola a região há dois anos, o Nordeste continua firme como exportador de frutas frescas. No primeiro semestre de 2013, os negócios do setor somaram cerca de US$ 114 milhões ante US$ 109 milhões no mesmo período do ano passado.

Desse total, a maior participação refere-se ao melão com vendas de aproximadamente US$ 41 milhões, aumento de 16,5% em relação ao primeiro semestre de 2012 quando alcançaram US$ 35,1 milhões.

As exportações de mangas ficaram em segundo lugar, com US$ 29,2 milhões, registrando-se decréscimo de 15% sobre o primeiro semestre de 2012 (US$ 34,1 milhões). As vendas de bananas aparecem em seguida, com US$ 13,1 milhões, observando-se um pequeno ganho sobre idêntico período de 2012 (US$ 12,7 milhões).

Limões

Durante o primeiro semestre, o Nordeste também exportou limão (US$ 11,9 milhões), mamão (US$ 9,4 milhões), melancia (US$ 2,8 milhões), uva (US$ 2,1 milhões) e outras frutas frescas (US$ 4,6 milhões).

Vale salientar a expressividade do aumento (58%) das vendas do limão no intervalo jan.-jun.12/jan.-jun.13. No caso do mamão, a variação foi menor (14%).

Ceará na liderança

Em termos estaduais, o Ceará confirmou sua posição como maior exportador de frutas frescas do Nordeste, com quase US$ 39 milhões, seguindo-se Bahia (US$ 29,3 milhões), Rio Grande do Norte (US$ 27,3 milhões) e Pernambuco (US$ 15,2 milhões).

As vendas cearenses estão concentradas em melão (US$ 24,4 milhões) e banana (US$ 8,2 milhões), as da Bahia em manga (US$ 16,1 milhões), limão (US$ 8,5 milhões) e mamão (US$ 4,7 milhões). No Rio Grande do Norte, os destaques foram para melão (US$ 16,4 milhões), banana (US$ 4,8 milhões) e mamão (US$ 2,1 milhões). Pernambuco, por sua vez, exportou mais de US$ 15 milhões, sobressaindo-se manga (US$ 9,7 milhões), limão (US$ 3,4 milhões) e uva (US$ 2,1 milhões).

neffs

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.