Anuncie Aqui

NORDESTE. GIGANTES DO SETOR DE GRÃOS REDUZIRAM EXPORTAÇÕES

Brasília (Agência Prodetec) - Item destacado na pauta de vários estados da região, as commodities agrícolas perderam terreno nas exportações do Nordeste, em 2013. Considerado o conjunto das 40 maiores empresas exportadoras regionais, de sete grupos do segmento de grãos apenas um teve desempenho positivo. Os demais reduziram suas vendas externas no ano, totalizando 37% no caso da gigante Cargill.

De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as seis empresas somaram exportações de US$ 1,7 bilhão, dos quais US$ 1,1 bilhão a cargo da Bunge (US$ 752 milhões) e Cargill (US$ 421 milhões). Em 2013, as duas perderam posição na pauta regional comparativamente ao ano anterior.

Outras quatro registraram volume de vendas bem abaixo das lideres e quedas no faturamento em relação a 2012. A ADM exportou US$ 200 milhões, com decréscimo de 22,4% sobre 2012, contra US$ 168 milhões da Amaggi &LD, queda de 17%. A SLC, por sua vez, alcançou vendas totais de US$ 98 milhões (- 8,5%) ante US$ 97 milhões da Los Globo (Mitsubishi), redução de 32,2% sobre 2012.

O desempenho positivo no setor ficou por conta do grupo ABC (INCO) com vendas externas de US$ 102 milhões, 22% a mais que em 2012.

As receitas desses grupos são obtidas a partir de suas atividades em basicamente três estados do Nordeste: Bahia, Maranhão e Piauí.

11-as

Voltar

 

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.