Anuncie Aqui

Plantão

NORDESTE SELECIONA CONSULTORIA PARA PLANO DE INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA LOGÍSTICA

Fortaleza (Agência Prodetec) – O Banco do Nordeste anuncia a realização de concorrência para seleção de consultoria no âmbito do convênio de cooperação técnica com Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para executar o Programa de Desenvolvimento Produtivo (Prodepro). O objetivo é a elaboração de um plano de investimentos que deverá identificar e qualificar projetos de infraestrutura logística que comporão o Programa.
O Prodepro visa financiar investimentos no setor produtivo da região e eliminar gargalos de infraestrutura logística para elevar a produtividade das empresas e promover a integração física entre os estados nordestinos. Os recursos a serem colocados à disposição pelo BID somam US$ 1,2 bilhão, montante a ser destinado aos estados e ao setor privado da área de atuação do BNB: os nove estados do Nordeste, mais norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.
Segundo o BNB, os interessados deverão fornecer informações que demonstrem suas qualificações para fornecer os serviços (folhetos, descrição de trabalhos similares, experiência em condições similares, disponibilidade de pessoal que tenha os conhecimentos pertinentes, etc.). A manifestação de interesse por parste de empresas e instituições deve ser encaminha até o próximo dia 19 em envelope lacrado para o seguinte endereço: Av. Pedro Ramalho, 5700. CEP: 60743.902 – Fortaleza (CE) aos cuidados de Ocione Marques Mendonça. Mais informações pelo telefone 5585+32995483 e 5585+ 8778.1401 ou, ainda, pelo fax: 5585+3251.6100 e e-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 
AGRICULTURA DO MARANHÃO:VBP DAS PRINCIPAIS LAVOURAS ALCANÇA R$ 3,2 BILHÕES EM AGOSTO

(Agência Prodetec) – De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, o Valor Bruto da Produção (VBP) das principais lavouras do Maranhão alcançou R$ 3.208,9 milhões em agosto último, aumentando 167,7% em relação ao mesmo mês de 2011 quando o valor totalizava R$ 1.198,9 milhões. A estimativa do MAPA leva em conta o levantamento de safra feito em agosto, considerando as seguintes lavouras no caso maranhense: algodão, arroz, banana, cana, feijão, laranja, mandioca, milho, soja e tomate.
O VBP mais expressivo da agricultura estadual é o da soja, totalizando R$ 1.655 milhões, seguindo-se milho, com R$ 362,8 milhões, mandioca, com R$ 325,2 milhões; arroz, com R$ 269,2 milhões; cana-de-açúcar, com R$ 187,8 milhões; algodão, com R$ 175,9 milhões; banana, com R$ 142,2 milhões e feijão, com R$ 84,4 milhões. Tomate, com R$ 3,9 milhões, e laranja, com R$ 3,9 milhões, completam a lista.
Em âmbito regional, o VBP agrícola maranhense ficou em segundo lugar, logo após o apurado para a Bahia (R$ 13.738 milhões), mas essa classificação favorece o Maranhão em detrimento de Pernambuco pelo fato da lista do MAPA excluir produtos tradicionais daquele estado (manga, goiaba, melancia, entre outros).
Em termos de expansão, entretanto, foi a maior entre observada entre os estados do Nordeste. O VBP do arroz alcançou o primeiro lugar enquanto o relativo às culturas de algodão, mandioca, milho e soja situou-se também na segunda posição, logo após a Bahia.

ima.18

 
TRANSFERÊNCIAS DO FPE AO NORDESTE CRESCEM APENAS 7,5% NO 1ºSEMESTRE

(Agência Prodetec) - Os repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE) para os estados nordestinos na primeira metade deste ano cresceram apenas 7,5%, patamar bem abaixo do registrado no primeiro semestre de 2011 quando o aumento das transferências alcançou 29% sobre o mesmo período de 2010. Os percentuais também estão abaixo daqueles observados no período para o ICMS, cuja base é a comercialização de produtos e insumos, indicando arrefecimento nas áreas agrícolas e industriais, atividades que impactam a arrecadação de tributos como Imposto de Renda e IPI, fontes abastecedoras do FPE.

Leia
 
SECA REDUZ EM QUASE 10% PRODUÇÃO NORDESTINA DE GRÃOS, ESTIMA IBGE

(Agência Prodetec) – O último levantamento de safra realizado pelo IBGE indica que o volume da produção de cereais, leguminosas e oleaginosas no Nordeste ficará em 13,2 milhões de toneladas, com decréscimo de 9,3% sobre a safra anterior, somente menor que a apurada para o Sul (-16,2%). Em escala nacional, a previsão é da ordem de 164,5 milhões de toneladas, aumento de 2,8% em relação à safra de 2011.

Leia
 
MUNICÍPIOS DO NORDESTE RECEBERAM R$ 10 BI DO FPM NO PRIMEIRO SEMESTRE

(Agência Prodetec)- O incremento das transferências para os municípios (FPM) situou-se no patamar de 7,7% no primeiro semestre de 2012 sobre igual período do ano passado. Os municípios receberam o montante de R$ 10.097 milhões no semestre ante R$ 9.372 milhões do primeiro semestre de 2011 e R$ 7.259 milhões no 1º Sem. 2010, como detalhado na tabela 2. O aumento no semestre foi aproximadamente o mesmo registrado nas transferências do FPE.

No caso das capitais nordestinas (Tabela 2), a maior participação no primeiro semestre deste ano coube a Fortaleza, com R$ 296,6 milhões, seguindo-se Salvador (R$ 213,5 milhões), Recife (R$ 166,1 milhões), Maceió e São Luís (R$ 148,3 milhões, cada).

Leia
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

A agência Prodetec é uma ferramenta voltada para divulgar artigos, estudos e pesquisas
sobre assuntos relacionados com o Nordeste

Imagine Comunicação Digital

Todos os direitos reservados. Reprodução do material permitida mediante citação da fonte.